Jorge e Nazaré se comprometem a lutar pela recuperação da BR-364: "Não podemos perder essa estrada"

Há dez dias da eleição, a Caravana da Esperança retorna aos municípios de Feijó e Tarauacá, nesta quinta-feira, 22, com o entusiasmo do candidato ao Governo Jorge Viana, e a candidata ao Senado Nazaré Araújo, que realizam uma campanha “pé no chão” pelo interior do Acre. 

A comitiva iniciou o dia com uma caminhada pelo centro comercial de Feijó, seguido de entrevista a rádio local. Ainda pela manhã, Jorge e Nazaré seguiram com a militância rumo a Tarauacá, onde foram recebidos com uma animada passeata pelo centro do município. Os candidatos participaram do podcast Blog do Accioly e caminharam no bairro da Praia, um dos maiores da cidade. 

Diante das péssimas condições da BR-364, Jorge Viana, que foi governador do Acre por oito anos, ressaltou o desafio e a conquista de sua gestão, que trouxe uma nova realidade para o estado. 

“O Acre era apartado, era isolado. Nós acabamos com esse isolamento em meu governo. E com isso vieram outros benefícios para essa região. Agora é sacrifício novamente andar por essa estrada, e nas cidades a situação é mais grave ainda, com muita gente desempregada. Eu e o Marcus Alexandre somos candidatos para enfrentar essa situação. Nós queremos socorrer as pessoas que estão desamparadas, criar um grande programa de geração de emprego, recompor essa infraestrutura e fazer essa região de Feijó e Tarauacá voltar a prosperar”, disse Jorge Viana.

A candidata ao senado, Nazaré Araújo, apontou as dificuldades enfrentadas pelas pessoas que precisam trafegar pela BR-364. 

“Fazemos uma força para chegar a Feijó e Tarauacá pela estrada, são vários pontos críticos. Não podemos perder essa estrada, que é uma conquista do povo acreano e que só foi possível por causa do presidente Lula e do trabalho dos governos populares. Eu como senadora quero fazer o compromisso com as pessoas do interior do estado que precisam das estradas, dos ramais funcionando para o escoamento das produções, para que se possa fazer o transporte das pessoas, porque isso é fundamental para a vida”, declarou. 

A agenda de Jorge Viana e Nazaré Araújo segue durante a noite na comunidade Vila São Vicente, ao longo da BR-364, na beira do Rio Gregório, ainda em Tarauacá.

[Assessoria]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.