Cenas Itinerantes Sesc apresenta espetáculo de Dança “Cubo” em Rio Branco

Projeto tem como objetivo garantir o acesso ao teatro através do circuito de espetáculos nas escolas municipais e estaduais

O Serviço Social do Comércio – Sesc no Acre apresenta o espetáculo de dança contemporânea “Cubo”, no projeto Cenas Itinerantes, no dia 27 de setembro, na Escola Marilda Gouveia; no dia 29 de setembro, nas Escolas Gloria Perez e Sebastião Pedroza; e no dia 7 de outubro, na Universidade Federal do Acre (Ufac). A entrada é gratuita.

Cenas Itinerantes

O projeto tem como objetivo garantir o acesso ao teatro através do circuito de espetáculos nas escolas municipais e estaduais, como estratégia para formação de plateia e novos pensadores, fazedores e produtores artísticos.

O Espetáculo

Cubo é um espetáculo de dança contemporânea baseado na teoria de ocupação do espaço Knesfera, de Rudolf Laban. O espetáculo é um resultado de uma pesquisa realizada pelos diretores do Coletivo Iluminar, Jhon Gomes (diretor coreográfico), Marcos António (diretor artístico) e Victor Onofre (produtor executivo) no ano de 2020 a 2021, e que teve como referencial os elementos visuais geométricos existentes no cotidiano e nas visualidades contemporâneas.

Cubo tem como objetivo trazer à cena o comportamento humano brasileiro a partir da ocupação do espaço utilizando a dança, de relatos reais da vida cotidiana utilizando as figuras geométricas em consonância com o corpo. A Kinesfera, ou Cinesfera, é um conceito criado pelo dançarino e coreógrafo Rudolf Laban para denominar o espaço que há em torno do dançarino enquanto este dança, se movimenta ou se desloca.

Laban é referência na grande área das Artes Cênicas por criar a sua própria gramática do movimento, a qual é exposta no livro O domínio do Movimento.

 

Direção Geral: Victor Onofre e Jhon Gomes

Direção coreográfica: Kelvin Wesley

Direção fotográfica e artística: Marcos Antônio

Bailarinos: Kelvin Wesley e Andressa Morais

Assistente de produção: Lucas Lima

 

[Assessoria]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.