Governo participa de sessão solene em defesa de autistas no Bujari

O governo do Acre, por meio do seu Departamento de Justiça e Direitos Humanos, participou nesta segunda-feira, 22, de um evento organizado pela Câmara de Vereadores do Bujari em defesa da pessoa autista.

Participaram do evento membros da Associação Família Azul do Acre (Afac) e da Associação do Ministério Público do Estado do Acre (Ampac), além de secretários e conselheiros municipais, educadores, familiares e crianças diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Durante o encontro, foram encaminhados aos vereadores do Bujari os projetos que criam a lei municipal de proteção à pessoa com TEA, além de uma carteira municipal de identificação.

O município do Bujari tem mais de 10 mil moradores, assim, pelo percentual de 2% da população mundial com autismo, ou pelo nascimento de um autista a cada 65 pessoas, o município teria entre 156 a 202 autistas, a maioria ainda sem diagnóstico.

O chefe do Departamento de Justiça e Direitos Humanos do Acre, Sângelo Rossano, destacou ainda que este apoio faz parte da nova política do governador Gladson Cameli e a primeira-dama Ana Paula Cameli de valorização dos direitos humanos e proteção das pessoas no estado.

O que é autismo?

O autismo é um problema psiquiátrico que costuma ser identificado na infância, entre 1 ano e meio e 3 anos, embora os sinais iniciais às vezes apareçam já nos primeiros meses de vida. O distúrbio afeta a comunicação e capacidade de aprendizado e adaptação da criança. Os autistas apresentam o desenvolvimento físico normal. Mas eles têm grande dificuldade para firmar relações sociais ou afetivas e dão mostras de viver em um mundo isolado.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.