Distribuição de água na capital volta ao normal após pequena elevação do nível do Rio Acre

Com as poucas chuvas das últimas semanas, o nível do Rio Acre subiu alguns centímetros, o que possibilitou uma melhora em relação a captação e a distribuição de água na capital. Este ano, durante o período de estiagem, muitos usuários do sistema, que normalmente usam poços como forma de abastecimento, precisaram recorrer à distribuição pública, o que provocou uma redução no compartilhamento, afirmou Enoque Pereira, diretor presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb).

Enoque disse ainda que a captação de água está dentro do limite aceitável, ou seja, em torno de 1.500 litros por segundo, e que a capacidade máxima é 1.600 litros por segundo.

“O aspecto maior das reclamações, que ainda ocorrem em Rio Branco , além do grande desperdício, são os novos usuários, que não estavam no sistema público há pouco tempo”.

Ainda de acordo com o diretor, estudos de solo estão sendo realizados para agregar na distribuição de água do município, assim como, a busca de empresas que sejam referência em saneamento básico, visando sempre uma melhora na prestação do serviço à população.

É preciso que a população tenha consciência e evite o desperdício, para que o produto não falte nas torneiras.

“É injusto, pois os usuários lá da frente não vão receber água. Se cada um vai tirando um pouquinho e não desliga as torneiras, os da frente não vão receber”, concluiu.

 

[Prefeitura de Rio Branco]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.