Acre sedia encontro internacional de etnoturismo da Amazônia

Com o objetivo potencializar o turismo indígena na Região Norte, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (Seet), em parceria com a organização Rotas Amazônicas Integradas (RAI), realiza na sexta-feira, 20, e sábado, 21, o I Encontro de Etnoturismo da Amazônia, em Rio Branco. O evento será realizado no Teatro Hélio Melo e no Hotel Jardins Guesthouse.

RAI é um grupo de trabalho organizado pelos gestores de estados da Amazônia, composto pelo Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins, que visa divulgar e fortalecer o turismo na região. Este ano o Acre foi indicado para sediar o evento por estar atuando fortemente no segmento do tema escolhido para o encontro, o etnoturismo.

O turismo indígena no estado se dá de forma organizada e expressiva, com cerca de 36 terras indígenas reconhecidas pelo governo federal e distribuídas em 12 dos 22 municípios acreanos, que em sua maioria já recebem turistas e movimentam o setor econômico com suas atividades.

A ideia é apresentar a beleza e a grandiosidade da cultura indígena do Acre. Nos dois dias de evento, os participantes poderão conhecer a culinária indígena, o artesanato, as medicinas tradicionais, as histórias e os rituais de diversos povos.

O evento contará com a apresentação das políticas públicas do governo por meio da Seet para o etnoturismo e a sustentabilidade, divulgação do Plano de Desenvolvimento do Turismo nas Terras Indígenas da Região do Alto Rio Purus e Alto Rio Juruá do Estado do Acre, amostra de ações da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) no fortalecimento do etnoturismo, e a exposição de estratégias para o fortalecimento do turismo na Amazônia.

A programação contará também com a interação cultural indígena, apresentação de painéis de cases de sucesso, desfile de artesanato indígena, rodas de conversa sobre o tema e passeios, entre outras atividades.

O titular da Seet, Jhon Douglas da Costa, destaca que o governo do Acre tem investido no etnoturismo, e o resultado é o referencial em que o Acre se torna, por meio desse primeiro encontro nacional sediado no estado.

“A Seet tem feito o trabalho de base, que é o Plano de Desenvolvimento Sustentável para o Turismo Indígena, que é a base de trabalho para os demais estados, para nortear as nossas ações e as ações futuras das secretarias dos outros estados”, ressalta.

 

[Agência de Noticias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.