Programa de Estágio do MPAC é vencedor do 12º“Prêmio CIEE Melhores Programas de Estágio”

Mais um reconhecimento no cenário nacional para o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC). Nesta quinta-feira, 17, a instituição levou a melhor e seu Programa de Estágio instituído em fevereiro de 2020 pela procuradora-geral de Justiça, Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, figurou o primeiríssimo lugar no12º “Prêmio CIEE Melhores Programas de Estágio”, na categoria “Serviço Público”. Ao todo, 530 empresas de todo o país concorreram à premiação organizada pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE). Em razão da pandemia do novo coronavirus, a 12ª edição do prêmio foi realizada em formato virtual de Webinar e transmitida pelo canal do CIEE no Youtube, sob a apresentação do jornalista Carlos Nascimento.

O Programa de Estágio do MP acreano é coordenado pelo Centro de Estado e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) do MPAC e garante oportunidade de crescimento profissional a jovens estudantes do estado do Acre. Ao todo 59 estudantes das áreas de Direito, psicologia, sistemas da informação, administração, publicidade e propaganda, engenharia civil, jornalismo, arquitetura, serviço social já passaram pelo MPAC através do programa.

“Estamos extremamente felizes com esse reconhecimento ao Programa de Estágio do MPAC a nível nacional. O CIEE é uma referência em ensino e aprendizagem no Brasil e essa premiação demonstra que o Ministério Público está no caminho certo, contribuindo com a geração de oportunidade e crescimento profissional dos nossos jovens estudantes acreanos. Em nome do Ministério Público do Acre muito obrigada ao CIEE, ao nosso CEAF, à Secretaria Geral, aos promotores de Justiça, supervisores e, principalmente, aos nossos estagiários. Essa premiação é, sobretudo, da sociedade acreana, a quem todos nós servimos”, disse a PGJ.

Estagiários destacam importância do programa

Dos 59 estudantes que já passaram pelo MPAC, 40 estão em pleno exercício no programa. Três deles, inclusive, por seus destaques, desenvolvimento e competência já foram contratados pela instituição para exercerem os cargos de assessores. Entre eles, está o assessor operacional Gabriel Cavalcante da Silva, lotado na 5ª Promotoria de Justiça Criminal. Além de assessora o promotor de Justiça Teotônio Rodrigues, ele também supervisiona outra estagiária.

“Eu só tenho a agradecer ao MPAC e ao CIEE por proporcionarem um curso de formação para os estagiários, saibam que isso é um projeto que é ótimo, pois ajuda demais o estagiário se habituar ao novo mundo jurídico que ali se encontra. Reitero meus votos de agradecimento à Dra. Kátia Rejane, Dr. Teotônio e as servidoras Lara e Ana Clara, por me proporcionar um estágio de excelência e, novamente, repito que o MP é composto por servidores e membros de uma qualidade acima da média”, externou o assessor.

[Agência de Notícias do MPAC]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.