No Acre vacinação avança e reduz casos positivos da Covid-19, aponta estudo

Um gráfico elaborado pela Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) e Centro de Operações de Emergências (COE) em Saúde Pública, por meio do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), comprova que, na medida em que o estado avança na imunização contra a Covid-19, o número de casos novos da doença diminui. 

No gráfico, a linha amarela representa o início e o decorrer das primeiras doses administradas, sendo que a linha vermelha é a quantidade de casos positivos diários, de acordo com a assessora técnica do COE, Marília Carvalho. “Quando se faz esse comparativo desde a aplicação da primeira dose da vacina e o número de positivos, você vê que com a crescente da vacinação o número de positividade vai caindo”, explica Marília. De acordo com Marília, para que ocorra a diminuição de casos – sem um imunizante – é necessário que a população cumpra os protocolos padrão ouro de prevenção à Covid-19: uso de máscara, álcool em gel, distanciamento e isolamento social. Sendo assim, o empenho do governo do Acre em impulsionar a campanha de vacinação é comprovada por meio dessa análise. “Nós tivemos um período de três meses na bandeira vermelha [entre março e maio], o que também colaborou com o atual quadro, junto com a vacinação em massa dos grupos vigentes. Quanto mais barreiras o vírus encontra, mais a diminuição acontece”, enfatiza a assessora técnica.

Com isso, Marília Carvalho faz um alerta para que a população não perca a chance de se imunizar contra a doença que já levou milhões de vidas: “A partir da semana que vem os municípios irão começar a vacinar a população em geral, de acordo com a faixa etária, e então quem não estiver imunizado deve procurar os postos de vacinação, munido do cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e de documento com foto, e tomar a vacina”. Para aqueles que já tomaram a primeira dose, a recomendação é olhar a carteira de vacinação e verificar se já não está no período de aplicação da segunda dose, lembrando que somente com as duas doses em dia é que é que será alcançada a imunização segura. “Se com somente a primeira dose já tivemos uma redução brusca nos números de casos, imagine quando conseguirmos fazer uma análise da população imunizada? Então, a única maneira de mudar o cenário epidemiológico e voltar à rotina normal é equilibrarmos a questão econômica com a vacinação”, analisa Marília.

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.