Saúde Itinerante atende mulheres internas do Lar Vicentinos

Quatorze mulheres, quatorze histórias de lutas e superações gravadas na mente, e, em cada traço do corpo, as marcas do passar do tempo. Por falar em corpo, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Programa Saúde Itinerante, prestou atendimento ginecológico às moradoras do Lar Vicentino, em Rio Branco, nesta sexta-feira, 16. Trata-se de uma maneira responsável e carinhosa de demonstrar cuidado com quem já tanto contribuiu com a história do estado. Enfermeiro responsável na unidade, Pablo Leite explica que, em uma avaliação feita pela equipe da casa, foi detectada a importância do atendimento clínico de um profissional da área de ginecologia: “Para avaliar as funções delas, para podermos dar mais qualidade de vida às nossas idosas”.

A parceria resulta em mais saúde e conforto às moradoras: “Temos que agradecer a parceria que temos com a Sesacre, que trouxe o programa para realizar esse atendimento. E é gratificante, principalmente nesse momento de pandemia que não podemos estar saindo com elas, e é mais aconchegante”, destacou a presidente do Conselho da Sociedade São Vicente de Paulo, responsável pelo Lar Vicentino, Ana Maria Sobreira.

O Programa Saúde Itinerante é uma política estadual que leva cidadania à população acreana, principalmente às pessoas que moram em localidades de difícil acesso, e, é financiado pelo Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Bird).

“Não é uma ação específica do cronograma de atendimentos do programa, mas, dada a necessidade, acionamos uma ginecologista, enfermeiras e assistente social para prestar atendimento hoje”, explicou Rosemary Fernandes, coordenadora do Programa. [Agência de Notícias]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.