Procissão de Nossa Senhora da Glória reúne mais de 45 mil fiéis

A organização estimam que mais de 45 mil pessoas participaram da procissão de Nossa Senhora da Glória na noite desta quinta-feira (15), em Cruzeiro do Sul, que encerra o Novenário em honra à Padroeira da cidade. Além da caminhada, os fiéis católicos assistiram ainda ao show da cantora Eliana Ribeiro na praça Orleir Cameli, no Centro da cidade.

Os fiéis fizeram um percurso de aproximadamente dois quilômetros pelas ruas da cidade. Em um momento de amor, devoção e fé.

A aposentada Erondina Nascimento, de 79 anos, foi descalça e usando uma mortalha para a peregrinação para agradecer pela cura de fortes dores. Segundo ela, há três anos já paga a promessa e pretende continuar enquanto viver.

“Foi um pedido que eu fiz à Nossa Senhora por muitas dores que eu sentia, eram dores muito fortes mesmo e eu pedi para ser curada e fui atendida, pretendo enquanto viver demonstrar meu amor por ela assim”, disse.

O comerciante Elias Cordeiro, de 45 anos, diz que toda a família já participa há muitos anos da procissão e que muitas benções já foram derramadas sobre eles. “Já são tantos anos que eu nem me lembro de não vim e todo ano somos imensamente abençoados por Deus e pela Nossa Senhora. Faço questão de vim com meus filhos e minha esposa sempre”, conta.

A estudante Camila Oliveira, de 20 anos, está participando pela primeira vez da procissão e conta que virá outras vezes.

“É muito bom mesmo, eu sempre via as pessoas vindo e esse ano decidi vim, parece uma grande família devotada a Deus”, disse.

O novo bispo de Cruzeiro do Sul, Dom Flávio Giovenale, disse que é um momento de fé profundo e comemorou o sucesso da caminhada.

“É um momento de profunda fé e eu fiquei muito emocionado e agora é continuar fazendo essa celebração tão importante e bonita. É muito importante que o cristão mantenha a fé porquê vamos vencer todos os dragões que foram colocados nos nossos caminhos é o desejo de Deus”, conclui.

 

Juruaonline


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.