Acrelândia recebe campanha contra o desperdício de água

Um dos efeitos provocado por este período de estiagem é a redução do nível de mananciais e reservatórios da região, fato que compromete a regularidade do processo de captação e distribuição de água.

Como forma de orientar o uso adequado desse recurso natural, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) promove a campanha “Nós Contra o Desperdício” em Acrelândia.

Os serviços de instalação ou substituição de hidrômetros, reparos nas tubulações e contenção de vazamentos se somam às orientações educativas.

“Nos últimos dias, o reservatório de que abastece o município apresentou uma redução acentuada no seu volume de água, por isso temos que ter cuidado quanto ao nosso consumo”, relata o gerente do Depasa em Acrelândia, Jander Mendonça.

Ele informa que, mesmo com este momento de seca, muitos casos de desperdício estão sendo identificados. “Nestas ações itinerantes, foram identificadas ligações clandestinas em terrenos baldios, redes domiciliares direcionadas a poços, grandes reservatórios com água tratada para o consumo de animais, além de diversas residências com as caixas d’água transbordando no horário do abastecimento”, declara Mendonça.

Leônidas: "Observo a rede para evitar algum desperdício" (Foto Cedida).

Leônidas: “Observo as encanações para evitar algum desperdício” (Foto Cedida)

O autônomo Leônidas Rodrigues, morador do bairro Portelinha, comenta que todos devem colaborar com a economia de água, e exemplifica algumas atitudes adotadas em sua casa e no restante da comunidade.

“Quando lavamos roupas, reutilizamos a água da máquina para limpar a varanda, lavar o automóvel, e usamos baldes em vez de ligar a mangueira, além de observar se existe algum vazamento nas ruas do bairro”, disse.

Os consumidores que detectarem algum ponto de desperdício devem entrar em contato por meio do número 99946-5996 ou se dirigir à sede do Depasa em Acrelândia, na Rua Geraldo Barbosa, 5020, Centro.

AGENCIA

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.