Dez prefeitos estão impedidos de concorrer à reeleição por reprovação na prestação de contas

Por Marcelina Freire

Com informações do site A tribuna

Ao menos dez prefeitos acreanos poderão ficar de fora do pleito eleitoral 2020.Os gestores municipais estão impedidos de concorrer à reeleição deste ano, porque tiveram as prestações de contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE-AC). O tribunal de contas enviou para o Tribunal  Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), uma lista com os  nomes dos gestores para que sejam enquadrados na lei dos fichas sujas na hora do pedido de registro da candidatura, pois tiveram condenações  transitadas em julgado nos últimos oito anos. Na lista do TCE os seguintes gestores: De Plácido de Castro Gedeon Souza Barros (PSDB), o prefeito de Epitaciolândia  João Sebastião Flores (Progressistas), de Senador Guiomard André Maia (PSD), o prefeito de Acrelândia EderaldoCaetano (Progressistas), o prefeito de Feijó Kiefen Roberto Cavalcante  (Progressistas), a prefeita de Tarauacá Marilete Vitorino  (PSD),   de Marechal Thaumaturgo Isaac Piyâko (MDB), o prefeito de Manuel Urbano José Altanízio Taumaturgo Sá (MDB), o prefeito de Porto Walter José EstephanBarbari Filho (MDB), e o prefeito deCruzeiro do Sul Ilderlei Cordeiro (Progressistas).

Os atuais prefeitos se quiserem concorrer as eleições deste anodeverãoingressar com um mandado de segurança, pois precisarão da aprovação das suas contas pelas Câmaras de Vereadores para contestar judicialmente na Justiça Eleitoral a decisão dos conselheiros, mas outros os tribunais superiores podem contestar o veredicto. Além destes, outros nomes da política local entraram para lista dos inelegíveis, como o do deputado estadual,  Daniel Zen (PT)também esta na lista dos fichas sujas do Tribunal de Contas.

Confira a lista dos ex-prefeitos que estão impedidos de concorrer a reeleição;

Francisco Tavares, Vagner de Santana Amorim, Hilário de Holanda Melo, Humberto Gonçalves Filho, Jason Ferreira da Silva, Joais da Silva dos Santos, João Eduardo Teles de Lima (Padeiro), Jonas Dales da Costa Silva, José Augusto Gomes da Cunha, José Brasil Barbosa da Silva, Juarez Leitão, Aldemir Lopes, Ale Anute Silva, André Hassem, Celso Ribeiro, Cleidison de Jesus Rocha, Clovis Valdir Moretti, Erisvaldo Torquato Fernandes, FrancimarFernandes, Cleudo Rocha da Costa, Roney de Oliveira Firmino, Vagner José Sales, Vanderlei Messias Sales, Vilseu Ferreira da Silva, Wanderley  Zaire Lopes, José Maria Rodrigues, José Ronaldo Pessoa Pereira,Rui Coelho, Júlio Barbosa Aquino, Luiz HelosmanAndrade, Manuel da Silva Almeida, Marcinho Miranda, Maria do Socorro da Silva Prado, Maria Eliane Gadelha, Mauri Sérgio de Oliveira, Michel Marques Abrahão, NeuzariCorreia Pinheiro, Nilson Areal, Paulo César da Silva, Randson Oliveira almeida, Rivelino da Silva Mota, Lourival Mustafa de Andrade (o Serraria),   Itamar de Sá  e Leila Galvão.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.