Sesacre promove capacitações sobre saúde do homem para técnicos dos municípios

Com o objetivo de promover a melhoria das condições de saúde da população masculina do Acre, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), promove, no decorrer do ano, consultorias técnicas para os agentes públicos municipais. Os servidores de Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia, Xapuri, Capixaba, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Cruzeiro do Sul, Feijó e Tarauacá passam por capacitações sobre a implementação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH).

O Departamento de Atenção Primária em Saúde (Daps) está se reunindo com os secretários municipais e coordenadores da Atenção Básica de Saúde para dialogar sobre as diretrizes do PNAISH e suas aplicabilidades. “Cerca de 40 enfermeiros e 164 agentes de saúde já participaram das capacitações sobre o Guia de Saúde do Homem. Tais quantitativos irão aumentar, uma vez que os municípios têm mostrado interesse para que todos os homens tenham acesso aos serviços de saúde com o respeito que merecem”, destaca a gestora estadual do Núcleo de Saúde do Homem, Rejane Maciel.

O fortalecimento da política de Saúde do Homem tem, de modo efetivo, a missão de reduzir a morbidade e mortalidade, por meio do enfrentamento racional dos fatores de risco e mediante a facilitação ao acesso, às ações e aos serviços de assistência integral à saúde.

[Agência de Notícias do Acre]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.