Prefeitura de Rio Branco ilumina fachada em apoio ao Maio Roxo dedicado ao alerta para doenças inflamatórias

Quem passou pela Prefeitura de Rio Branco no período noturno, nesta quinta-feira, 12,  deve ter notado a predominância da cor roxa. A iluminação, é uma forma de apoiar o “Maio roxo”, mês dedicado ao alerta para doenças inflamatórias intestinais, assim como alertar sobre a importância do diagnóstico precoce e do tratamento para fibromialgia e o lúpus.

“Nós como Prefeitura Municipal de Rio Branco, aderimos a essa causa, colocando a iluminação da nossa prefeitura para chamar essa atenção, e além disso, já temos uma lei que estabelece a questão do dia da consciência, que é o 12 de maio, e também das prioridades desse paciente aos serviços públicos”, explica Valgerlângila Silva, responsável pela divisão de populações específicas na diretoria de Assistência à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Nas redes sociais da Associação Nacional de Fibromiálgicos e doenças correlacionadas é possível acompanhar, diversos edifícios em território nacional que adotaram a homenagem. Durante esta semana a Secretaria Municipal de Saúde ajudou a promover debates e palestras no intuito de difundir mais informações sobre o lúpus e a fibromialgia. A líder voluntária da Anfibro no Acre, fala sobre a importância de eventos como estes: “Eu tenho certeza que esse é o primeiro de muitos que virão, porque ajuda a dar visibilidade a nossa causa, traz a sociedade para os debates, assim como os parlamentares e os gestores”.

O pedido para a iluminação partiu do gabinete da vereadora Lene Petecão, que é uma apoiadora do movimento. A campanha faz parte do “Fibromialgia em Holofotes”. Lene, fala sobre a emoção em ver a iluminação da prefeitura: “Sou muito grata, tanto a vereadora que fez a solicitação, como ao prefeito que atendeu nosso pedido. Isso significa que a prefeitura de Rio Branco e o município estão dando voz a nossa luta, andando de mãos dadas conosco. Isso é histórico”, concluiu Lene Queiroz.

[Prefeitura]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.