Casa Verde é entregue revitalizada para acolher pessoas em tratamento de saúde

O Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), em parceria com a Prefeitura de Cruzeiro do Sul e a Igreja Católica, reinaugurou nesta sexta-feira, 12, a Casa Verde, um espaço que tem o caráter social de garantir assistência às pessoas que não possuem domicílio para morar ou qualquer condição de se manter na área urbana da cidade enquanto realizam tratamento de saúde.

De acordo com o gestor da Seinfra, Cirleudo Alencar, o espaço foi totalmente revitalizado e adequado para acolher quem chega de outras cidades, ramais, cabeceiras dos rios, entre outras situações.

“Em cinco meses, realizamos todo um serviço de urbanização interno do terreno e do prédio. Agora, as pessoas que procuram esta casa, serão tratadas de forma digna, com muito amor, carinho e conforto”, enfatizou Alencar.

Com investimentos de R$ 470 mil, provenientes de recursos próprios do Estado, a revitalização da Casa Verde manteve a originalidade da arquitetura, com toda a estrutura em alvenaria, recebendo reparos necessários e renovação na pintura. Foram substituídos os pisos e as coberturas, bem como as portas e janelas, além de novas instalações elétricas e hidráulicas, e implantação dos pisos de alerta em todas as rampas, para facilitar a locomoção das pessoas com algum grau de deficiência visual.

“Era um local totalmente abandonado. Hoje, transformamos em uma verdadeira casa de abrigo. É um sonho antigo de muita gente ver o espaço funcionando”, ressaltou o prefeito Zequinha Lima.

O vice-prefeito, Henrique Afonso, reforçou a importância da casa de apoio. “Vai garantir todo o suporte às pessoas que precisam ir ao hospital ou posto de saúde para tratamento”, frisou.

 

[Agência de Notícias do Acre]

 

Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.