Engenheiro eletricista afirma que energia solar é alternativa para independência energética

Da Redação

A maior crise hídrica do Brasil, no últimos 90 anos, ameaça todos as regiões do Brasil, notadamente o Sudeste e o Sul, mas também apresenta reflexo em todos os estados.  O problema se agrava pelo fato de mais de 75% da energia serem gerados nas usinas hidrelétricas, representando 42% da matriz energética brasileira. Sem chuvas, o nível das água fica mais baixo e os cursos da energia aumentam, agravando ainda mais crise econômico-financeira.

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, demorou, mas agora admite a crise energética, provocada pela forte estiagem em todas regiões do Brasil. Para conter a escassez, o governo estuda um novo reajuste na tarifa da bandeira vermelha. O governo federal oferece uma "premiação" para consumidores que conseguirem economizar energia elétrica. Ao falar da bandeira vermelha, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, ressaltou que não se trata de uma punição para a população. 

Mas apesar da gravidade, Albuquerque descartou a possibilidade de racionamento de energia. No entanto, os técnicos identificaram que os meses de julho e agosto foram os piores meses da série histórica de monitoramento. "Particularmente, nos reservatórios da região Sul que corresponde a 10% da nossa capacidade de armazenamento e nos reservatórios como um todo”, destacou o ministro.

Em entrevista ao jornalista Antonio Muniz, nesta quarta-feira,08, no programa RB Notícias, ao vivo, na TV Rio Branco-SBT, o vice-presidente do Conselho regional de Engenharia e Agronomia do Acre (Crea-AC), engenheiro eletricista Edilailson Pimentel, destacou a importância da energia solar fotovoltaica como alternativa aos que sonham em   conquistar independência energética, pagando menos e dispondo de mais energia.

O engenheiro também é diretor técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), órgão vinculado ao Sistema Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) e conselheiro do Crea-Acre. Segundo ele, energia fotovoltaica, produzida a partir de luz solar, pode ser produzida mesmo em dias nublados ou chuvosos. “Quanto maior for a radiação solar maior será a quantidade de eletricidade produzida”, afirmou. 

Segundo Edilailson, a energia solar fotovoltaica é considerada uma fonte de energia alternativa, renovável, limpa e sustentável. “A energia solar pode ser chamada também de energia fotovoltaica, porém, é importante ressaltar que existem outros tipos de energia solar, como a energia termossolar e a energia heliotérmica. O produto apresenta melhor relação custo benefício e é acessível a todos”, afirmou. 

O termo "fotovoltaica" vem do grego (Phos), que significa "luz", e "volt", a unidade de força eletro-motriz, que por sua vez vem do sobrenome do físico italiano Alessandro Volta, inventor da pilha. O termo "foto-voltaica" tem sido usado em Inglês desde 1849.A Placa de energia solar é o equipamento utilizado para captar a energia solar e iniciar o processo de transformação em energia elétrica.

Renovável e limpa

Ainda segundo Edilailson, o processo da energia solar para produção de energia (chamado de efeito fotovoltaico) utiliza placas solares produzidas em material semicondutor para, quando as partículas de luz solar (fótons) incidirem, os elétrons do material semicondutor entrarem em movimento, gerando eletricidade. A energia é gerada pelas placas solares e levada ao inversor solar, equipamento responsável por transformar a corrente elétrica contínua em alternada. “è renovável e absolutamente limpa”, afirmou.

A energia fotovoltaica, segundo Edilailson, é uma tecnologia 100% comprovada. Sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica já são utilizados há mais de 30 anos. A energia solar é convertida em eletricidade por meio do efeito fotovoltaico, que ocorre quando partículas de luz solar colidem com os átomos presentes no painel solar, gerando movimento dos elétrons e criando a corrente elétrica que chamamos de energia solar fotovoltaica.

Para poder ser utilizada em residências, comércios e indústria, é necessário converter a corrente elétrica alternada gerada em corrente contínua, que é a corrente de baixa tensão. O inversor solar é o equipamento responsável por essa conversão, transformando a corrente elétrica e deixando-a pronta para uso no local. A geração de energia fotovoltaica há muito tempo é vista como uma tecnologia de energia limpa e sustentável, que se baseia na fonte renovável de energia mais abundante e amplamente disponível no planeta.

Equilíbrio

O mercado de energia solar fotovoltaica, em 2020, mostraram um equilíbrio perfeito entre as instalações de grande porte (grandes usinas solares) e a geração distribuída (Sistemas instalados em telhados de casas e empresas), demonstrando essa capacidade única que só a energia fotovoltaica tem de oferecer uma solução para diversas necessidades, desde ligar a lâmpada de um poste de iluminação com alguns Watts, até oferecer uma alternativa de produção de energia para uma casa, ou mesmo uma grande usina solar produzindo energia para milhares de famílias.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.