Município acreano inseri no calendário oficial o "Festival do Coco"

Por Wanglézio Braga

O tradicional “Festival do Coco” de Mâncio Lima passa a fazer parte do calendário oficial do município. Na edição de hoje (08) do Diário Oficial do Estado (DOE), o prefeito Isaac Lima (PT) publicou um decreto de Lei N° 416/2019 da qual regulamenta os festejos. A cidade é a única do Acre a oferecer o festival da fruta que é a cara do caribe.

Segundo o dispositivo, o Festival do Coco será realizado uma vez ao ano sempre no mês de setembro. O poder público do município, ou seja, a prefeitura ficará responsável por montar a programação e inclusive autorizando o uso de espaços públicos para as edições dos festivais.

Para custear as despesas, o prefeito recomendou recursos orçamentários próprios e suplementações. Caso seja necessária a celebração de parcerias, a administração já fica autorizada a fazer os acordos.

O Festival do Coco foi criado em 2017 e gerou movimentação de R$ 150 mil reais entre os produtores locais. Produtos derivados do coco e alimentos que levam o coco como um dos ingredientes, foram bastante comercializados.  

No ano passado, mais de 10 mil pessoas participaram do Festival do Coco de Mâncio Lima. Uma extensiva agenda foi cumprida com participação de expositores dos diversos setores produtivos do município. Durante o festival, foram promovidas atividades culturais e esportivas. O destaque para a apresentação da comunidade indígena Puyanawa, que participou do evento com danças típicas da aldeia. Visitantes de sete municípios acreanos e dois do Amazonas prestigiaram a festa.

 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.