Zé Augusto comemora reajuste concedido aos ACE e ACS

Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Rio Branco (Sermbr), Zé Augusto comemora junto com os Agentes Comunitários de Endemias e os Agentes Comunitários de Saúde o reajuste concedido às duas categorias. Trata-se de um piso nacional que valoriza as duas   profissões que têm, praticamente, objetivos iguais: promover a saúde preventiva da população, por meio de visitas domiciliares. Em entrevista ao jornalista Antonio Muniz, no programa RB Notícias, nesta quarta-feira, 07, ao vivo, na TV Rio Branco-SBT, Augusto explicou: “Para que todos possam receber seus salários devidamente reajustados ainda esse mês, a Prefeitura de Rio Branco precisa e deve encaminhar nos próximos dias Projeto de Lei à Câmara. “Já conversamos com vários vereadores, de oposição e situação e pedimos apoio. Todos externaram solidariedade e compromisso com os trabalhadores a serem reconhecidos. Também vou conversar diretamente com o prefeito Tião Bocalom e pedir prioridade”, afirmou o sindicalista.

Augusto lembrou que o piso atual de R$ 1.014,00 e passou para R$ 1.250,00 em 2019 (23,27% de reajuste); de R$ 1.400,00 em 2020 (12%); e de R$ 1.550,00 em 2021 (10,71%). O PLV também estabelece que a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) fixará o valor reajustado do piso, além de prever seu reajuste anual a partir de 2022, sempre em 1º de janeiro de cada ano. O sindicalista destacou esta conquista histórica para categoria, que como bem frisou, só foi possível graças à luta organizada dos trabalhadores. “Nós conseguimos o reajuste do piso para as duas categorias, que estava congelado há mais de quatro anos, desde 2014, mas os trabalhadores demonstraram no Congresso Nacional que através da luta e da organização nós conseguimos atingir nossos objetivos, apesar de todas as adversidades, da tão falada crise no país”, afirmou. Ainda segundo Augusto, esta luta é uma demonstração de força das categorias, e que seja não só para ACE e ACS, mas para todos os servidores municipais, que através da organização, possam conseguir seus objetivos e o nosso sindicato está à disposição para encaminhar qualquer luta que tenha como objetivo reajustar salários, melhorar as condições de trabalho que resulta em mais de vida para todos.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.