Depasa adota novas medidas de contingência no sistema de abastecimento do Bujari

Com o início do período de estiagem, o Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) adota novas medidas de contingência para garantir o fluxo de distribuição de água para a cidade de Bujari, que fica localizada a 22 quilômetros de Rio Branco, na BR-364, sentido Juruá, e conta com 9.500 habitantes.

No ano passado, o município enfrentou graves consequências do segundo pior ciclo de seca em décadas, de acordo com os órgãos ambientais do Acre, que provocaram a redução drástica nos níveis de rios e mananciais como exemplo, o Igarapé Redenção, que abastece oreservatório do município do Bujari.

Como forma de evitar o desabastecimento repentino aos consumidores, a autarquia iniciará na próxima segunda-feira, 9, uma redução nos processo de distribuição de água tratada.

“Cotidianamente monitoramos o nosso açude que fica interligado ao Igarapé Redenção. Na última quinta-feira, detectamos que o manancial diminuiu consideravelmente o nível de água que alimenta o nosso reservatório. Então, para mantermos uma segurança na etapa de abastecimento, aplicaremos uma distribuição intermitente, que normalmente é de 1 dia passará para 2”, relata o diretor de operações do Depasa, David Bussons.

O gestor ressalva que no inicio do ano, a barragem do Igarapé Redenção, foram aumentadas em 50 centímetros para que o reservatório tivesse capacidade de captar mais água da chuva.

“Outras medidas que adotaremos na cidade contarão com o suporte de agentes técnicos do Depasa na intensificação da campanha “Nós Contra o Desperdício”, com ações educativas em prol do uso racional da água, além de reforçarem os reparos nas redes de abastecimento dos consumidores”, informa Bussons.

Seca de 2017

A estiagem do corrente ano agravou as dificuldades no processo de captação de água, pois oaçude da Estação de Água (ETA) diminuiu de 5 metros para 30 centímetros em seu ponto mais profundo e consequentemente provocou a implantação de medidas de racionamento na cidade.

Bujari foi uma das regiões onde foi decretada situação de emergência por causa da estiagem. A publicação consta na edição do Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) e foi decretada pelo governador Tião Viana no dia 25 de agosto. Para superar os desafios garantir o fluxo de abastecimento de Bujari, a autarquia recebeu o auxílio de carros-pipa para atender as mais de 1.500 ligações domiciliares na área urbana.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.