Incra dá o aval a Gladson Cameli para a construção da pista de pouso de Santa Rosa do Purus

O governador Gladson Cameli recebeu no início da tarde desta quarta-feira, 5, o aval do presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Geraldo Melo Filho, para que a construção da pista do aeródromo de Santa Rosa do Purus seja realizada. A princípio, para não atrasar as obras, que são emergenciais para o município, o Incra cederá a área que abrange o aeroporto e o processo de doação de toda a área correrá em paralelo.

Gladson Cameli tornou a frisar para o presidente do Incra a necessidade das obras com a máxima urgência, já que nas atuais condições, as aeronaves que atuam na região correm risco diário de acidente, que poderão ser fatais. “São várias localidades isoladas, que precisam de uma atenção especial para reforma, mas pelo menos temos a liberação dessa primeira área, o que é uma vitória para a população de Santa Rosa”, disse Cameli.

O processo de regularização fundiária da área está na Secretaria Especial de Desenvolvimento Agrário (Sead) desde 2005. No projeto original, o Governo do Estado do Acre pede do governo federal, da área pertencente à União, onde está localizado o município de Santa Rosa do Purus. Com uma extensão de pouco mais de 728 mil hectares. A área, denominada “Chandless 9” abrange a Área de Preservação Ambiental Santa Rosa, a sede do município, o Parque Estadual Chandless e o 4º Pelotão Especial de Fronteiras (4º PEF).

O governador Gladson Cameli determinou à sua equipe que providencie os documentos solicitados pelo Incra para que a cessão seja concretizada o mais rápido possível, já que o Fundo Nacional da Aviação, órgão ligado ao Fundo Aeroviário Nacional, que faz parte da estrutura da Secretaria de Aviação Civil – SAC, já tem separado em seu orçamento R$ 48 milhões para a construção da pista e reforma do aeroporto de Santa Rosa do Purus.

 

 

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.