Segunda fase do Hospital de Brasileia será entregue nesta quinta

O governo do Estado entrega a partir das 8h desta quinta feira, 4, a segunda etapa das obras do Hospital Regional do Alto Acre Wildy Viana. O projeto, um dos maiores da gestão do governador Tião Viana na área da saúde, cujo investimentos ultrapassam 80 milhões de reais em infraestrutura e equipamentos, se consagra como o terceiro maior hospital do Acre.

A unidade vai disponibilizar ao todo 91 leitos para atendimento emergencial e internações, com vagas que já estão disponibilizadas à população desde o mês de agosto, quando foi inaugurada a primeira etapa.

Com uma área construída de 12 mil metros quadrados, a inauguração da segunda fase do projeto, na manhã desta quinta-feira, inclui leitos de observação, rádio imagem, duas enfermarias, Semi-Intensiva e repouso – gerando economia aos cofres públicos com o Tratamento Fora de Domicílio (TFD), além de proporcionar maior conforto e comodidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ao ser totalmente finalizado, o que está previsto para o final do ano, o novo hospital, representa um grande salto na qualidade da saúde do Alto Acre, garantindo que a população tenha um atendimento mais humanizado. A unidade vai disponibilizar 91 leitos, sendo 10 leitos de urgência e emergência, 5 leitos no semi-intensivo, 10 leitos de observação, 61 leitos de enfermarias (22 adultos, 22 leitos infantis e 17 pediátricos) e 5 leitos no centro obstétrico.

O hospital conta com uma complexidade de serviços que atenderá todos os municípios da região do Alto Acre, incluindo pacientes dos países vizinhos Peru e Bolívia. Com um compromisso firmado junto ao governo do Estado, a equipe que já está atuando no Hospital Regional do Alto Acre Wildy Viana, desde o fim de agosto, está pronta para atender uma população de mais de 100 mil pessoas de toda a região e de países vizinhos.

“É mais um passo dessa importante unidade de saúde que já está se tornando e cada vez mais vai se tornar uma referência no bom atendimento para toda a população da região do Alto Acre”, explica Rui Arruda, Secretário Estadual de Saúde.

 

 

ASSESSORIA

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.