Gladson convida Socorro Neri vai comandar a Secretaria de Educação e ganha dois novo aliados na Aleac

 

Antonio Muniz

Agora é pra valer: nova secretária estadual de Educação será mesmo a ex-prefeita de Rio Branco, professora-doutora Socorro Neri (PSB). Ela vai substituir o ex-secretário, professor Mauro Sérgio, que estava no cargo desde o início do atual governo, mas há quase dois meses foi afastado em função de uma série de denúncias de irregularidades. Na verdade, Socorro deveria ter ingressado no governo em janeiro, mas o governador Gladson Cameli esperou o momento certo para oficializar o convite feito ainda no ano passado. A coordenadora do núcleo de Educação, em Cruzeiro do Sul, professora Ruth Bernardino, também estava cotada para assumir o cargo, mas o governador optou por Socorro Neri, levando em conta a experiência administrativa e seu estilo próprio de gestão, agindo com posições formes, claras e definidas.

 

Quando disputou a reeleição, em 2020, Socorro Neri teve apoio do governador, mas não conseguiu seu objetivo. Ainda no dia da eleição, em segundo turno, o governador afirmou que, caso ela não conseguisse a reeleição, seria convidada a compor o governo, mas definiu qual secretaria ela comandaria. “Eu não poderia abrir mãos de ter Socorro Neri em meu governo”, afirmou Gladson Cameli.

Perfil da nova secretária

Socorro Neri é formada pela Universidade Federal do Acre, possui mestrado e doutorado em Educação, realizados na UFRJ e UFMG. Além de docente da UFAC, também foi vice-reitora e pró-reitora de graduação. Em 2018, com a renúncia de Marcus para disputar o governo do Acre, Socorro assumiu a prefeitura da capital, tornando-se a primeira mulher a comandar o executivo rio-branquense. Em 2020 concorreu à reeleição para a prefeitura de Rio Branco sendo derrotada pelo atual prefeito, Tião Bocalom.

Antes disso, Socorro iniciou sua vida o serviço público ainda muito jovem, ao lado de sua mãe, a saudosa professora Adelaide Neri e comandou, no final dos anos de 1989 e início de 1990, o maior programa de combate ao analfabetismo, no extinto Departamento de Ensino Supletivo (Desu). 

Em 1993, ela foi presidente da extinta Legião Brasileira de Assistência (LBA), órgão do Governo Federal e também conseguiu realizou excelente trabalho, tanto na capital, quanto no interior. Depois, Socorro dedicou-se mais a ministrar aulas na Universidade Federal do Acre (Ufac), período em que fez mestrado e doutorado.

No início dos anos de 2000, ela voltou a exercer cargo, desta feita na Prefeitura de Rio Branco, como secretária de Assistência Social. Outra vez conseguiu se destacar entre os demais gestores municiais. Portanto, Socorro Neri cargos de relevância nas três esferas do poder público: municipal, estadual e federal. A nova secretária de Educação é ficha limpa e um nome acima de qualquer suspeita. O governador Gladson Cameli não tinha escolha melhor decretar ordem e austeridade na Secretaria de Educação.

PSB no governo

Com a ida da ex-prefeita Socorro Neri para a Secretaria de Educação, o seu partido, o PSB, que era oposição, agora vai compor a base governista na Assembleia Legislativa. O vice-presidente da Casa, deputado Jenilson Leite e o deputado Manoel Moraes, que era o primeiro-secretário, reforçarão a base aliada. Com uma canetada só, o governador acaba com a indústria de escândalos da Educação, se livre de vez de Mauro Sérgio e ganha dois nos aliados no Poder Legislativo.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.