Estado recebeu 79.360 doses de vacinas contra Covid-19

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), recebeu um total de 79.360 doses de vacinas, até o momento. Esse resultado é fruto do esforço do governador Gladson Cameli em ver toda a população imunizada contra a Covid-19.

A vacinação foi iniciada em 19 de janeiro de 2021, e, das 79.360 mil doses de vacinas recebidas, 49.180 foram distribuídas na primeira fase, enquanto que na segunda foram 30.180. A diferença se dá por haver um intervalo de 90 dias entre as duas doses do imunizante da Fiocruz, permitindo ao Ministério da Saúde o envio da segunda rodada em momento posterior.

De acordo com a chefe do Setor de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), Renata Quiles, até o momento já foram contemplados 82% dos trabalhadores da Saúde, 100% dos idosos acima de 75 anos de idade, e 33% dos idosos de 70 a 74 anos de idade. Os idosos acima de 60 institucionalizados foram 100% atendidos. Os indígenas foram comtemplados com 100% das primeira e segunda doses, porém a cobertura vacinal está em torno de 30%. Os deficientes institucionalizados também foram 100% atendidos.

“Até o momento esses grupos foram contemplados. O que temos como estratégia definida é de nas próximas remessas decrescer a faixa etária dos idosos até que possamos alcançar 100% desse público”, explica Renata.

Renata Quiles afirma, ainda, que as primeiras remessas estavam sendo distribuídas de forma mais lenta devido à individualidade e característica de cada grupo: “Agora temos mais possibilidade de dar celeridade ao processo, pois o público é mais dinâmico e permite distribuir as vacinas para as unidades. Lógico que cada município que vai referenciar quais são as unidades a realizar o procedimento”. Os próximos públicos são os idosos não acamados, domiciliados, os que podem se deslocar até as unidades de saúde ou drive thru e os trabalhadores da Saúde. [Agência de Notícias]


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.