Candidato a prefeito de Cobija morre em Rio Branco com Covid-19: Eleições ocorrerão no domingo

Por Wanglézio Braga / Foto: Reprodução

No próximo domingo (07), cidadãos bolivianos vão retornar às urnas para eleger seus representantes municipais e departamentais. Em Cobija, no Departamento de Pando, que faz fronteira com o Acre via Brasileia e Epitaciolândia, a campanha eleitoral vem ocorrendo normalmente mesmo num período complicado tendo em vista o aumento dos casos de Covid-19 e do surdo de dengue. Ontem (01) um candidato à prefeitura morreu em decorrência de complicações do novo coronavírus, em Rio Branco.

Carlos Dan Peres, de 33 anos, era arquiteto e candidato a prefeito de Cobija estava internado em um hospital na capital acreana. Ele foi transferido para Rio Branco após o quadro clínico apresentar agravamento nos pulmões, segundo a imprensa, o jovem teria contraído coronavírus durante a campanha eleitoral. Dan chegou a ser internado em uma UTI, mais não resistiu. Carlos estava concorrendo pelo Movimento Democrático Autonomista (MDA). Peres deixou três filhos órfãos, gêmeos de sete anos e um menino de cinco anos.

Dan, 33, foi ex-diretor da Agência Estadual de Habitação da prefeitura de Cobija e foi um forte candidato. Segundo a imprensa local, em 26 de janeiro, cinco candidatos às Eleições haviam morrido na Bolívia.

ELEIÇÕES

Seis forças políticas buscam o poder do Governo Departamental de Pando. Com uma série de propostas, os candidatos a governador, vice-governador e deputados intensificam as campanhas nas áreas urbanas e rurais para as eleições subnacionais que ocorrerão no dia 7 de março.

Três semanas antes das eleições, a pandemia Covid-19 não impediu as reuniões, caminhadas, caravanas de motocicletas, comícios públicos e inaugurações de casas de campanha dos candidatos. As campanhas nas redes sociais também foram intensificadas, onde todos prometem fazer uma boa gestão.

Em toda a Bolívia, serão eleitos nove governadores, 337 prefeitos, 270 membros da assembleia departamental e mais de 2.000 vereadores.

Como de costume em período eleitoral, as pontes da Amizade e Internacional podem ser fechadas no lado boliviano durante o pleito. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.