Colunistas

Gladson recebe apoio incondicinal de Lira em favor dos pleitos do Acre

Governador Gladson Cameli (PP-AC) reuniu-se nesta terça-feira, 25, com o presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL), seu colega de partido. Ele foi solicitar apoio para que o Acre possa enfrentar as dificuldades, como as consequências da evolução da variante Ômicron, da covid-19, e garantir a continuidade dos avanços nas melhorias para o Acre.

Gladson que continuar lutando para salvar vidas e, ao mesmo tempo, trabalhando pelo desenvolvimento do estado, com geração de emprego e renda para a nossa população. Por isso, precisa do apoio de todos para a conclusão de obras estruturantes no estado, bem como as de grande invergadura e de relevância social.

O governador destacou o respaldo da bancada de parlamentares federais do Acre e a importância de também contar com o auxílio do presidente da Câmara dos Deputados. “Para o Acre, o seu apoio faz muita diferença, porque vem do líder dessa Casa tão importante para o país, que é a Câmara dos Deputados”, ressaltou Cameli, que tem 12 anos de experiência parlamentar como deputado federal e senador.

Cameli ressaltou o apoiamento recebido do governo federal, lembrando que é aliado do presidente Jair Bolsonaro, que “sempre tem trabalhado, juntamente com a bancada federal do estado, pelo sucesso das ações da gestão, possibilitando que os benefícios cheguem à população”.

Correligionário de Gladson Cameli, o deputado afirmou ao disse ao governador que pode contar com seu apoio em todas as iniciativas que possam beneficiar o estado: “No que depender de mim, estou pronto para contribuir com o Acre e para o sucesso da sua gestão”. O encontro com Arthur Lira faz parte de uma série de reuniões que o governador manterá em Brasília, em busca de apoio e recursos para o Acre.

Entrevista

Presidente regional do PP, senadora Mailza Gomes, pré-candidata à reeleição, será emprestadada por este colunista nesta quarta-feira, 26, ao vivo, no programa Rio Branco Notícias, na TV Rio Branco-SBT. A senadora tem apoio dos deputados e prefeitos do PP na luta pela reeleição.

Reajuste

Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP), aumentou em 25% o valor das diárias dele, da vice-prefeita, Marfisa Galvão (PSD) e os secretários municipais recebem quando viajam. A partir de agora, Bocalom e Marfisa devem ganhar R$ 1 mil por cada dia fora do Acre e os secretários R$ 689,43.

Viagens

O vereador Emerson Jarude (MDB) criticou a atitude de Bocalom. “Se o prefeito já gostava de viajar, imagine agora com o aumento de 25% na diária recebida a cada viajem”, disse o parlamentar, em suas redes sociais.

Ele merece?

O vereador emedebista afirmou: “O prefeito e sua vice receberão R$ 1 mil a cada dia fora do Acre. São R$ 200 a mais do que antes. Vocês decidem. Ele merece?”, questionou. Jarude e os vereadores Adailton Cruz (PSB) e Michele Melo (PDT) votaram contra a reforma administrativa, aprovada há um semana, na câmara.

Reforma

A Reforma Administrativa da prefeitura, aprovada semana passada, na câmara, criou 150 cargos comissionados, cinco secretarias adjuntas e 30 funções gratificadas. Havia a possibilidade de o prefeito aumentar o próprio salário, o da vice-prefeito a e dos secretários municipais, mas a expectativa não foi concretizada.

Ele vai fazer falta

Escritor Olavo de Carvalho faleceu, aos 74 anos, na noite de 24 de janeiro. A trágica notícia da morte foi comunicada pela família nas redes sociais. Segundo a postagem no Twitter, o guru da família Bolsonaro estava hospitalizado na região de Richmond, na Virgínia, nos Estados Unidos. Ele vai fazer falta.

Não divulgado

Olavo de Carvalho havia sido diagnosticado com Covid-19 em 16 de janeiro. Oficialmente, mas a causa da morte ainda não foi divulgada. Em julho, o escritor havia sido internado no Instituto do Coração, do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (InCor), em São Paulo.

Complicações

Olavo de Carvalho foi submetido a um cateterismo. Depois de receber alta, teve novas complicações e passou mais de quatro meses internado na clínica Saint Marie, na Zona Sul da capital paulista.

Extrema direita

Olavo Luiz Pimentel de Carvalho foi um ensaísta brasileiro, polemista, influenciador digital e ideólogo, além de jornalista e astrólogo. Autoproclamado filósofo, era considerado um representante do conservadorismo no Brasil, tendo também expressiva influência na extrema-direita brasileira

Internado e intimado

No dia 9 de novembro, ainda internado, Olavo recebeu uma intimação para depor num inquérito sobre a existência de milícias digitais. Logo depois, sem avisar, Olavo deixou a clínica e voltou aos Estados Unidos.

Legado

Olavo de Carvalho, que nasceu em Campinas, interior de SP, em 1947, era cardiopata e portador da Doença de Lyme, infecção transmitida por carrapatos. Autointitulado professor de filosofia e apoiador do conservadorismo, o escritor deixa a esposa, Roxane, oito filhos e 18 netos.

Relevância

Governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC), lançou, oficialmente, na segunda-feira, 24, no Palácio Rio Branco, o Programa CNH Social. Serão oferecidas 2001 vagas para a população de baixa renda obter a primeira habilitação, mudar ou adicionar categoria gratuitamente.

Investimentos

Serão aplicados cerca de R$ 3 milhões em recursos próprios do Detran no Programa CNH Social, fazendo com que a receita do órgão retorne à população do estado por meio de inclusão e cidadania. O programa vai beneficiar, diretamente, mais de duas mil famílias.

Importância

Governador Gladson Cameli falou sobre a importância do programa. ” Nós queremos ajudar a quem mais precisa. Esperamos que os beneficiados com a carteira de motorista tenham condições de arrumar um emprego e poder levar renda para as suas famílias”, afirmou.

Inscrições

A próxima fase do programa será a publicação do edital no Diário Oficial do Estado (DOE).  Para se inscrever, os interessados devem cumprir os critérios estabelecidos pelo programa e ter Cadastro Único (CadÚnico) nos programas sociais e estar ativo há, pelo menos, seis meses; ter idade igual ou superior a 18 anos; e saber ler e escrever.

Modalidades

Cada pessoa poderá se candidatar em apenas uma das modalidades do programa, divididas em estudantil, urbana e rural. Poderão se inscrever à CNH Social Estudantil pessoas de 18 a 25 anos que tenham cursado todo o ensino médio em escola da rede pública estadual do Acre, com CadÚnico ativo.

Artigos Publicados

Governador vai comandar direção regional do PP