Colunistas

Deputados e prefeitos do PP formalizam apoio à reeleição de Gladson e assinam documento pedindo a volta do governador ao comando do partido

Reunião a portas fechadas, entre deputados estaduais, prefeitos e o governador Gladson Cameli, realizada no início da noite desta terça-feira, 14, na sede do partido, na rua Major Ladislau Ferreira, no bairro Abrahão Alab, deliberou incondicional e irrestrito apoio da cúpula do partido à reeleição do governador Gladson Cameli.

As principais lideranças assinarem, em conjunto, nota solicitando ao presidente nacional do partido, ministro da Casa Civil, senador licenciado Ciro Nogueira, a condução do governador à presidência regional do PP.

Nese conflito interno pelo  comando do partido, os principais líderes – prefeitos e deputados, sentiram a necessidade, urgentemente, de se posicionarem em relação à divisão envolvendo os grupos da senadora Mailza Gomes e o governador Gladson Cameli. Há duas semanas, assessores de Mailza se preocuparam em espalhar notícia sobre a garantia que Ciro teria dado ao governador sobrea manutenção da senadora no comando do PP.

Naturalmente, o governador sempre foi muito forte, também no partido. No conflito interno, Gladson ganhou força após as contas do partido terem sido bloqueadas junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em relação ao apoio espontâneo, Cameli se mostrou otimista contente acerca da união dos membros partidários. No fundo, nunca houve necessidade de conflito, mas sim de diálogo.

Ainda segundo informações, na próxima semana, haverá, em Brasília, uma agenda com o presidente nacional do PP, ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira. Com apoio formal das lideranças do PP, o governador poderá ser oficializado como presidente regional do partido.

Acre Estado

O Acre é um dos sete estados situados na região Norte do Brasil. Sua capital é Rio Branco e a sigla AC.A população acreana é de 803,5 mil habitantes, conforme a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2015.A área do Acre chega a 16.123,739 km2, de acordo com o IBGE. Hoje, há 4,47 habitantes para cada quilômetro quadrado do estado.

Cidades

As cidades mais populosas, além da capital Rio Branco, são Cruzeiro do Sul, Feijó, Tarauacá e Sena Madureira, Xapuri e Brasileia.  Os sete municípios foram criados junto com o Acre Estado. No total, o território abriga 22 municípios. Mais tarde, em 1977, o então govenador Geraldo Mesquita (Arena – PP) emancipou mais cinco cidades: Senador Guiomard, Plácido de Castro, Manuel Urbano, Assis Brasil e Mâncio Lima.

Dez novos

Em 1992, o saudoso governador Edmundo Pinto criou mais dez novos municípios: Bujari, Porto Acre, Acrelândia, Epitaciolândia, Santa Rosa do Purus, Jordão, Porto Walter, Thaumaturgo e Rodrigues Alves.Vale lembrar que, em 1912, o Acre foi decretado território federal e o controle era exercido por um governador nomeado pela Presidência da República. Passou à condição de Unidade da Federação somente em 1962.

Celebração

Os sessenta anos de criação do Ace Estado serão comemorados a partir das 16h, com uma grande programação a ser executada no Calçadão da Gameleira, no Segundo Distrito de Rio Branco. O governador Gladson Cameli (PP) sente-se honrado em comandar o Acre nesse data tão importante e convida a população aprstigiar e participar da festa nesta tarde.

Aleac: seis décadas

Criada no dia 15 de junho a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) completa, nesta quarta-feira, 15, 60 anos de trabalho. No Poder Legislativo são criadas, modificadas, discutidas e aprovadas as leis que mudam a vida da população para melhor. Tudo pensando em representar os interesses de cada cidadão acreano.

Os primeiros

Em 10 de dezembro de 1962 foram eleitos os primeiros deputados e a primeira Mesa Diretora, dando origem à Aleac. A primeira Constituição do Estado foi promulgada pelo Poder Legislativo acreano em março de 1963.

Eram apenas 15

A primeira legislatura da Aleac era composta por 15 deputados, tendo como presidente da mesa diretora, Carlos Meixeira Affonso. A sede do Legislativo acreano ficava localizada na Escola Normal Lourenço Filho, que, já foi Complexo Escolar de Ensino Médio (Ceseme) e atualmente, se chama Colégio Estadual Barão do Rio Branco (Cerb).

Mudança

Em 1968, sua sede foi transferida para a Rua Benjamin Constant, no prédio onde funciona até hoje o IBGE. Em 25 de setembro de 1976, a Aleac, finalmente, inaugurava sua sede definitiva, localizada no Centro de Rio Branco.

Fizeram história

Em 1978, em busca de representatividade feminina, foram empossadas as três primeiras mulheres deputadas do Acre: Iolanda Fleming (MDB), Mirian Pinho Pascoal e Railda Pereira da Silva (Arena - hoje PP).

Incêndio

Na tarde do dia 30 de abril de 1992, um terrível incêndio atingiu o prédio da Aleac, danificando boa parte da sua estrutura física. A partir de então, os trabalhos passaram a ser realizados na sede da Fundação Cultural, hoje sede da Secretaria de Educação, até que houvesse uma restauração da estrutura incendiada.

Valor às artes

No prédio da Aleac existem 166 obras de 20 artistas e a maior obra de marchetaria do mundo, feita pelo artista plástico acreano Maqueson Pereira da Silva, todas em permanente exposição. Os painéis, que ficam no Plenário da Casa, contêm trechos da história da Revolução Acreana.

Inovação

Inovação é a palavra que rege os trabalhos no Poder Legislativo Acreano atualmente, por isso, são promovidos inúmeros trabalhos, oficinas e iniciativas que contemplem a população. Em 2002 foi criada a Escola do Legislativo Acreano (ELA), que tem como principal intuito promover ações de oportunidades.

Jovem Parlamentar

Programa Jovem Parlamentar Acreano, lançado em 2017, também é acompanhado pela ELA. Alunos de instituições públicas aprendem e vivenciam o processo democrático, mediante participação em uma jornada parlamentar na Aleac, com diplomação, posse e exercício do mandato por oito meses.

Apoio às Câmaras

Programa Centro de Apoio às Câmaras Municipais é outra ação desenvolvida para contribuir com mandatos de qualidade dos vereadores dos 22 municípios acreanos. Durante os encontros anuais, são oferecidos cursos e palestras sobre administração e gestão pública.

Dinamismo

A atual legislatura, presidida pelo deputado Nicolau Júnior (PP), tem sido voltada à assegurar mais dinâmica aos trabalhos legislativos, com números elevados de matérias apreciadas, reuniões das comissões, audiências públicas e visitas aos municípios.

Processo

Joelma Dantas, Sara Vitória, Carla Bezerra e Jeielly Silva, mães de crianças vítimas fatais de síndrome respiratória aguda grave, acionaram o Ministério Público do Estado (MPAC), visitaram a Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) e afirmam que vão processar a secretária de Saúde, doutora Paula Mariano e a secretária-adjunto, Adriana Lobão. Elas acusam as duas gestoras de negligência e prevaricação.

Entrevista da Tarde

Ao participarem do programa Entrevista da Tarde, apresentado por este colunista, nesta terça-feira, 14, ao vivo, na TV Rio Branco-Cultura, as quatro mães externaram, mais uma vez, descontentamento com a cúpula da Secretaria de Saúde e com o próprio governador Gladson Cameli (PP). “O governador e a secretária Saúde são os responsáveis pela morte de meu filho”, afirmou Joelma.

Elas na Aleac

Elas relataram a visita que fizeram ao plenário da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). O presidente da Casa, deputado Nicolau Júnior (PP), suspendeu a sessão desta terça-feira para que as mães de crianças vítimas de síndrome respiratória fossem recebidas e ouvidas.  O parlamentar se solidarizou às mães e reiterou que o Poder Legislativo está de portas abertas para atendê-las, buscar respostas e soluções.

 

 

Artigos Publicados