Colunistas

A força do milho impulsionando o agronegócio do Acre

A produção de milho do Acre ultrapassou 105 mil toneladas, em 2021 e isso reflete o compromisso do governo estadual em apoiar os pequenos e médios agricultores. A Secretaria de Produção e Agronegócio (Sepa) tem sido a referência na assistência aos produtores rurais. O apoio da Sepa tem se concentrado nos pequenos produtores, por meio de máquinas e equipamentos agrícolas, possibilitando uma maior eficiência da produção das atividades, além de tornar o trabalho mais ágil.

O investimento no campo segue em ritmo acelerado desde 2020, quando o governador Gladson Cameli apresentou o Plano Safra 2021/2022.No Acre há uma área plantada de 34 mil hectares de milho e a gestão governamental tem ofertado assistência técnica para auxiliar os agricultores acreanos, a fim de fortalecer o cultivo de milho e outros grãos. Claro que os números obtidos em 2022 são ainda melhores, tanto na capital, quanto no interior do Acre.

Na visão do secretário de Produção e Agronegócio, Edivan Azevedo, o governo do Acre tem transmitido confiança para os agricultores, e isso causa uma resposta positiva entre pequenos e médios produtores. O secretário evidenciou, ainda, que o Acre conta com seis silos públicos, e nove da iniciativa privada. Os depósitos podem ser vistos à margem da BR-317. O silo é utilizado como reservatório e armazena e conserva os produtos, de modo que auxilia na qualidade nutricional dos alimentos.

O cultivo de milho é uma das principais forças de produção agrícola e tem sido aliado no desenvolvimento econômico do Acre, sobretudo no consumo de alimentos, como canjica, cereais, farinha de biju e biscoitos. Além disso, esse grão é uma fonte estratégica no agronegócio do Brasil. O milho é um tipo de cereal muito versátil e que possui diversos benefícios para a saúde como proteger a visão, por ser rico nos antioxidantes luteína e zeaxantina, e melhorar a saúde intestinal, devido ao seu alto teor de fibras, principalmente insolúveis.

Entrevista da Tarde

Nossa primeira conversa no programa Entrevista da Tarde, nesta segunda-feira, foi com o deputado Roberto Duarte Junior, pré-candidato a deputado federal pelo Partido Republicano. Ele fez algumas críticas pontuais ao governo estadual e afirmou que alertou a Sesacre sobre possíveis mortes e crianças por falta de leitos de UTI no Hospital da Criança.

Convite

Quem também foi entrevistado no programa Entrevista da Tarde foi o vice-presidente da Aleac, deputado Jenilson Leite, pré-candidato ao Governo do Acre pelo PSB. Ele afirmou que a Aleac convidou a cúpula da Secretaria de Saúde a comparecer ao plenário da Casa do Povo para explicar o que classifica como “descaso” com as crianças.

Roda Viva

Indigenista, ativista social e etnógrafo Sydney Possuelo foi entrevistado na noite desta segunda-feira, no programa Roda Viva, ao vivo, na Rede Cultura. Considerado a maior autoridade com relação aos povos indígenas isolados do Brasil, ele fez duras críticas ao Presidente Jair Bolsonaro.

Retomada

Ao fim do programa, a apresentadora, Vera Magalhães afirmou que na próxima semana, serão retomadas as entrevistas com os pré-candidatos ao Governo de São Paulo. Há dias semanas, o programa recebeu o pré-candidato do PT, Fernando Haddad e na próxima semana o convidado será Marcio França, pré-candidato do PSB.

Tribuna Livre

Os convidados do programa Tribuna Livre, na noite desta segunda-feira, 13, foram o secretário de Infraestrutura do Governo do Acre, engenheiro agrônomo Cirleudo Alencar, e o diretor da Casa Civil, jornalista Jefferson Dourado. Cirleuro afirmou que o governo concluiu 94 obras e toca 117 novas frentes de trabalho.

Investimentos

Ainda segundo Cirleudo Alencar, somente este, o Governo do Acre investiu mais de R$ 177 milhões de reais em todos os 22 munícios acreanos, gerando mais de oito mil novos empregos diretos, aquecendo o mercado da construção civil, indústria, comércio e a prestação de serviço.

Govcast

Governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), lança o Govcast, o programa de podcast. O objetivo é adequar os meios de comunicação tradicionais do Acre aos meios digitais. A primeira edição do programa vai ao ar nesta terça-feira, 14, às 15h30.

Estreia

Na primeira edição do podcast, que acontece na tarde desta terça-feira, 14, o convidado e entrevistado será o governador Gladson Cameli (PP), que vai conversar com os apresentadores Diego Gurgel, jornalista e fotógrafo, e com Júnior César, jornalista e radialista.

Reforço

Segundo Nayara Lessa, secretária de Comunicação do Estado, esse programa vai reforçar a mídia do governo estadual. A Secom já tem uma ação muito forte nas redes sociais, Facebook e Instagram, na Agência de Notícias, com cerca de 15 publicações diárias, além das rádios Aldeia-FM e Difusora-AM.

Interatividade

O Govcast é um produto do Governo do Acre, por meio da a Secom. A transmissão será vivo, por meio das redes do governo do Acre, via Facebook, YouTube e pela Rádio Aldeia FM 96,9. “Vamos, ao longo das edições, convidar os secretários e gestores, diretores, para que possam destacar as ações positivas do governo.

Em cadeia de rádios

Esse programa vai passar ao vivo nas redes sociais e nas cadeias de rádio, sendo veiculado em todos os 22 municípios acreanos. Os internautas podem participar enviando perguntas pelas redes ou pela rádio, as quais podem ir ao ar.

Comitê

Governo do Acre decidiu pela criação de um comitê emergencial para acompanhar o surto dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) que acometeu crianças nos últimos dias. Além da participação de membros do Estado, a proposta é que representantes de outras instituições integrem a comissão.

Esclarecimento

“O governo do Estado é o principal interessado em saber o que realmente aconteceu e a prova disso é a criação deste comitê. Queremos o acompanhamento de outros órgãos para trabalharmos de maneira transparente e esclarecer os fatos à sociedade”, afirmou o secretário da Casa Civil, Jonathan Donadoni.

Empenho

Uma nova reunião foi realizada nesta segunda-feira para a formulação do comitê e a sua criação deverá ser publicada no Diário Oficial da próxima terça-feira, 14. “Mesmo cumprindo agenda fora do país, o governador Gladson Cameli acompanhou a situação e exigiu empenho e agilidade na apuração, segundo informou José Rosemar Messias, chefe do Gabinete do Governador.

Necessário

A secretária de Saúde, Paula Mariano, reforçou não só o empenho do Estado, mas também dos profissionais da rede pública hospitalar para que a população seja bem atendida. Paula Mariano classificou a criação do comitê como necessária para que o ocorrido seja esclarecido à população.

Artigos Publicados