Colunistas

Marcio e Gladson se encontram e acertam os ponteiros

Governador Gladson Cameli (PP) recebeu, nesta quinta-feira, 11, o relator do Orçamento Geral da União (OGU) para 2021, senador Marcio Bittar. O senador deixou bem claro que está disposto a usar seu prestígio para destinar verbas federais extras ao Acre. Gladson dewstacou as principais áreas que precisam de investimento público. Enfrentando a pandemia do novo coronavírus há quase um ano, o governador solicitou o aporte de recursos para a saúde, bem como para obras de infraestrutura, tanto na capital, quanto no interior. Também estavam na reunião o secretário da Casa Civil, Flávio Silva, e do secretário adjunto de Educação, Moisés Diniz.

“Aproveitei para apresentar ao senador Marcio Bittar os nossos projetos relacionados à área da saúde, sobretudo solicitar mais recursos para o custeio da nossa rede hospitalar no combate à pandemia. Também temos as nossas obras de infraestrutura, que são muito importantes para melhorar a vida da população, aquecer nossa economia e gerar emprego e renda”, afirmou o governador. Ele acredita que o prestigio do senador acreano junto ao Presidente Jair Bolsonaro pode ser decisivo nesse momento de crise.

Levando em conta que a gratidão é a síntese de todas as virtudes, o governador Cameli gradeceu a dedicação do senador acreano e do apoio prestado por toda a bancada federal ao governo do Estado. Para o gestor, a união de esforços é fundamental para o desenvolvimento socioeconômico do Acre. “O senador Marcio Bittar e os demais parlamentares federais não têm medido esforços para nos ajudar e eu tenho muito a agradecer a todos eles por este empenho. É de mãos dadas que vamos melhorar a vida das pessoas e criar as oportunidades que o nosso estado precisa para crescer”, enfatizou.

O senador assumiu o compromisso de lutar para alocar o máximo possível de recursos extras para o Acre. Bittar explicou ainda que o orçamento de 2021 é atípico e cheio de desafios por conta dos efeitos provocados pela pandemia do novo coronavírus.  “Temos que resolver o problema do dinheiro da vacinação e o governo federal já se comprometeu em mais de R$ 100 bilhões para a aquisição das doses. Também temos que resolver a situação do auxílio que as pessoas ainda precisam do Estado”, observou.

Autor de um arrojado e ousado projeto de revitalização do Igarapé São Francisco, o senador esclareceu que, muito em breve, a primeira parte dos recursos, cerca de R$ 100 milhões, será liberada pelo Ministério do Meio Ambiente. Um avanço histórico na recuperação do manancial e contenção de enchentes. Como relator do Orçamento, vou colocar mais R$ 100 milhões. Essa obra vai atender a questão ambiental, bem como a sua urbanização. Isso é um sonho e vamos conseguir acabar com o problema da enchente, enfrentado por milhares de pessoas e o próprio comércio”, afirmou.

Outra grande perda

Morreu na tarde desta quinta-feira, 11, dona Laudi Melo, de 94 anos, mãe do deputado federal Flaviano Melo (MDB-AC). Ela morreu de causas naturais e se encontrava em Brasília (DF). Mais informações em instantes!

Ele e ela

Acompanhado da primeira-dama Ana Paula Cameli,  o governador do Estado, Gladson Cameli (PP), visitou nesta quarta-feira, 10, as famílias atingidas pelo transbordamento do Igarapé Batista, no bairro Parque das Palmeiras, em Rio Branco. O governador conversou com os moradores sobre a situação dos transbordamentos e colocou o Estado a disposição das famílias atingidas pela enchente.

Suor e lágrima

A moradora Maria Nazaré do Nascimento agradeceu o compromisso do governador. “O Gladson foi uma pessoa honesta, ele deu sua palavra e cumpriu, ajudou todos nós”. Maria mora há mais de 30 anos no bairro atingido pelas águas da enchente. Suada em função do forte calor, dona Nazaré não suportou a emoção e acabou chorando abraçada ao governador.

Bom exemplo

Policiais Rodoviários Federais (PRF) fizeram a doação de 43 cestas básicas e 16 kits de materiais de limpeza na tarde da quarta-feira, 10, às famílias atingidas pelos transbordamentos de seis igarapés em Rio Branco.

Entrega indireta

A doação foi entregue na Secretaria Municipal de Assistência Social e posteriormente e entregue às famílias que estão sofrendo com as recentes alagações no entorno do Igarapé São Francisco que ocorreram no último final de semana.

Dois caminhões

A PRF também disponibilizou dois caminhões prancha para caso seja necessário alguma remoção de urgência e os policiais também se prontificaram, se necessário, participarem de ações sociais ou emergenciais que visem minimizar os transtornos causados pelas chuvas dos últimos dias.

Volta do auxílio

Presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta-feira, 11, que o auxílio emergencial deve voltar a ser pago já em março. Sem informar o valor, Bolsonaro revelou que o benefício terá duração de três a quatro meses.

No Maranhã

Jair Bolsonaro deu a informação durante uma entrevista coletiva no Maranhão, onde participou de uma cerimônia no Centro de Lançamento de Alcântara para entrega de títulos de propriedade rural.

Te que reabrir

“Tem que acabar com esta história de fecha tudo, tem que cuidar dos mais idosos e dos que têm comorbidades. De resto, tem que trabalhar. Caso contrário, se nos endividarmos muito, o Brasil pode perder crédito e a inflação vem. A dívida já está em R$ 5 trilhões, aí vem o caos”, afirmou Bolsonaro.

Jeitinho brasileiro

Ministério Público Federal (MPF) encaminhou representação ao procurador-geral da República para ajuizar ação direta de inconstitucionalidade em face da Lei Complementar n. 381/2021, que anistiou magistrados acreanos da obrigação de devolverem valores recebidos em razão de gratificação concedida indevidamente.

Artigos Publicados

O saldo positivo da vinda de Bolsonaro ao Acre

Comitê mantém Acre na bandeira vermelha

Alan Rick e Mara Rocha honram o Acre no Congresso Nacional

Variável pode tornar vacina sem efeito