Colunistas

Marcio Bittar afirma que vai disputar o governo um dia antes do prazo final para convenções

Conforme adiantou na sexta-feira,29, ao conversar com este colunista, no programa Entrevista da tarde, ao vivo, na TV Rio Branco-Cultura, o senador Marcio Bittar confirmou nesta quinta-feira sua pré-candidatura ao governo do Acre pelo União Brasil. Marcio afirmou que se gasta muita energia nos conflitos políticos e onde a política deveria mais focar, que são os muitos problemas que o Acre tem, fica em segundo plano.

Bittar lembrou o trabalho que conseguiu fazer como relator do Orçamento Geral da União, em 2021 e afirmou que foi uma experiência mais do que válida. “Eu fiz parte do orçamento mais diferente da república. Foram dois anos trabalhando com isso, mas consegui ajudar o estado inteiro”, afirmou.

Ao falar sobre sua relação com o governador Gladson Cameli, Bittar foi enfático: “Ao governador eu desejo sorte. Não tenho nada pessoal contra ele. Mas a campanha difamatória contra a Marcia, minha ex-mulher, foi feita principalmente por pessoas ligadas a ele. Na política eu nunca entrei na vida pessoal, familiar, de ninguém. Mas o governo fez isso comigo. Uma verdadeira campanha difamatória”.

O senador afirmou ter todas as razões do mundo de apoiar Bolsonaro. “Ele fez tudo que eu pedi. Eu acho que o governador e o governo não são bolsonaristas. E eu não posso participar de um projeto que nasceu do antipetismo e está pavimentando o terreno para o retorno da esquerda. Pode ser que mude daqui pra amanhã, mas hoje está assim”, afirmou.

Convenção

A convenção dos partidos que apoiam a reeleição do governador Gladson Cameli ao governo e da senadora Mailza Gomes ao Senado será nesta sexta-feira, 05, a partir das 17h, no ginásio do Sesc-Bosque. Os partidos aliados prometem promover uma festa inesquecível para marcar a arrancada rumo a vitória.

Indefinição

A algumas horas da convenção, o nome do candidato a vice-governador na chapa liderada pelo governador Gladson Cameli (PP) ainda não foi definido. Três nomes estariam na disputa: Rômulo Grandidier, ex-secretário-chefe da Casa Civil; Socorro Neri (ex-secretária de Educação e Alysson Bestene (ex-secretário de Saúde).

Vice indefinido

Marcio Bittar não revelou o nome de seu vice, mas deve ser alguma liderança de Cruzeiro do Sul. Vinte de que haverá segundo turno, Marcio afirmou que espera que seja ele ou Mara ou eu no segundo turno. Se for a Mara, eu apoio”, afirmou.

Vaga do Alan

Ao contrário do que muitos imaginam, Marcio afirmou que continua a defender o nome do deputado federal Alan Rick como opção para o Senado. Segundo Bittar, se o deputado Alan Rick quiser, a vaga como candidato ao Senado, em sua chapa, é dele.

Pela direita

“Eu vou fazer tudo que eu posso para que Jorge não ganhe para Senado e que uma pessoa da direita vá para o segundo turno”, complementou o senador. Bittar afirmou anda que a esquerda já fez muito mal ao acre e ao ovo acreano.

Gladson convida Ney

O ex-presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), ex-deputado Ney Amorim, presidente regional do Podemos, afirmou que foi convidado nesta quinta-feira, pelo governador Gladson Cameli (PP) para ser candidato ao Senado.

Pediu tempo

O convite a Ney foi feito no dia em que o Podemos desistiu de disputar a Presidência da República e anunciar apoio ao MDB da senadora Simone Tebet, uma candidatura que já nasceu morta.

Pediu empo

Pré-candidato a deputado federal, Ney Amorim agradeceu ao governador pelo convite, mas pediu tempo para pensar. Por isso, a convenção do Podemos, marcada para ocorrer ontem, foi adiada para hoje.

Insucesso

Em 2018, Ney era presidente da Aleac e tinha seus aliados no governo, prefeitura de Rio Branco e outras prefeituras no interior. Mesmo assim, não obteve êxito. Ney e Jorge Viana, candidatos pelo PT, viram Sérgio Petecão e Marcio Bittar serem eleitos.

Careira solo

Conversei hoje como o deputado Jenilson Leite (PSB), vice-presidente da Aleac, agora pré-candidato ao Senado. Ele foi um dos convidados deste colunista no programa Entrevista da Tarde, ao vivo, na TV Rio Branco-Cultura.

Indecisão

Jenilson afirmou que o ex-senador Jorge Viana não sabe o certo o que quer: “Um dia ele é candidato ao Senado, no outro ao governo; uma hora Lula quer que ele seja candidato ao governo, na outra ao Senado”, afirmou o deputado.

Passa porte

A exigência do passa Porte vacinal na Expoacre-2022, segundo comerciantes e membros do próprio governo afastou algumas pessoas do grande evento. O passa porte deveria ser exigido apenas aos que vão assistir aos shows, onde a aglomeração é algo inevitável.

Show de transmissão

As rádios Aldeia FM e Difusora Acreana estão dando show de transmissão na Expoacre-2022. São três horas de programação diária diretamente do Parque de Exposições, das 19h às 22h, entrevistando autoridades e mostrando melhor da feira.

 

 

Artigos Publicados