Colunistas

Chega Fake News

A mentira precisa ser combatida com toda a  veemência, basta de rotulá-la de fake News.

A mentira atinge seu grau máximo de perversidade quando os nossos meios de comunicação, em particular, as redes sociais, as propagam. Daí os cuidados que deve ter a imprensa e os formadores de opinião quando noticiam como se fossem fatos, algo que agridem a privacidade, a honra e a imagem das pessoas. Com isto pretendo evidenciar que a liberdade de expressão não é um valor absoluto, ou seja, tem seus limites. 

Por serem irresponsáveis, os libertinos consideram a liberdade como um valor absoluto e a utiliza para caluniar, injuriar e difamar as pessoas que as tomam como alvos. 

Quem não faz a diferença entre liberdade de expressão e crime acaba cometendo crimes em nome da própria liberdade de expressão, e quando são punidos pelos crimes que cometem, se dizem censurados. Nada disto, já que sou contrário a qualquer forma e tipo de censura. Bem disse Jean-Paul Sartre: “Ser-se livre não é fazermos aquilo que queremos, mas querer-se aquilo que se pode”.  

Particularmente me entristeço quando percebo os espaços que outrora eram ocupados pela imprensa responsável, estarem sendo ocupados, como previu o imortal Humberto Ego, na última aula inaugural na universidade de Milão, por bandos de idiotas e imbecis e formando legiões de idiotas e imbecis tanto quanto eles próprios.

Lamentavelmente, a internet, a mais extraordinária invenção em favor dos nossos meios de comunicações foi tomada de assalto pelos chamados blogueiros, em sua grande maioria, maldosamente irresponsáveis. Registre-se que os ditos cujos age a soldo, ou seja, são remunerados.

Quem não respeita a liberdade dos outros não a merece para si. Esta expressão é de autoria de Abraham Lincoln, ex-presidente dos EUA e um dos maiores estadista da história da humanidade. As mentiras precisam ser tratadas como mentira e seus males precisam ser devidamente esclarecidos, jamais rotulados com o pomposo apelido de fake News.

Ser livre não é fazer tudo aquilo que queremos. Sendo mais explicito: a liberdade é um direito individual, porém um dever coletivo. Portanto, a ninguém será dado o direito, por mais poderoso que venha ser para sentir-se a vontade para impor a sua liberdade.    

A verdadeira liberdade consiste em respeitar as liberdades dos outros. Quem assim não procede não é defensor da liberdade, e sim, um agressor, e em chegando ao poder, mais perigoso se torna.

O mais merecido castigo para os mentirosos, dos maus jornalistas ou maus blogueiros, e não lhes darmos ouvidos nem as verdades que eventualmente propaguem.                                       

Artigos Publicados

Mais do mesmo

Horizontes sombrios

Integrar para não entregar

Aliança feita

Urge reformá-la