net-prf-enem_13-02-2014
 
 
 
 
You are here: Saúde Centro de hemodinâmica marca nova fronteira da medicina no Acre, diz Tião Viana
 
 

Centro de hemodinâmica marca nova fronteira da medicina no Acre, diz Tião Viana

E-mail Imprimir PDF

inauguracao_clinica_capa

Pacientes do Acre com problemas cardiológico começam a receber tratamento no Centro a partir desta sexta-feira

O fim de uma longa espera e um começo com esperança de uma nova vida, para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), que enfrentam problemas cardiológicos. É exatamente isso que representa a inauguração de um Centro de Hemodinâmica no Estado que tem parceria com o Instituto do Coração (Incor) e com o Governo do Estado do Acre.

“Aqui está confirmada uma nova fronteira da medicina no Acre. Hoje nós temos quase R$ 15 milhões, gastos anualmente com passagens aéreas, para que pacientes do Acre possam fazer o Tratamento Fora do Domicílio [TFD]. Agora, esses pacientes poderão fazer esse tratamento aqui”, comemora o governador Tião Viana.

O Hemocardio tem parceria com o Incor, possui equipe médica capacitada e um centro médico com equipamentos de alta tecnologia capazes de atender pacientes com problemas cardiológicos complexos.

Segundo o diretor do Instituto do Coração, cardiologista Sérgio Timerman, o Hemocardio possui alto nível de qualidade. “É um centro completo. Não deve nada a nenhum outro centro de cardiologia do Brasil e falo isso porque venho de um grande centro de cardiologia do país, principalmente quando falo em questão de equipamentos e também da maneira que foi implementado. Está muito bem preparado. O Acre deve se orgulhar de um lugar como esse”, avaliou Timerman.
Redução de gastos, aumento de esperança

No centro de cardiologia serão realizadas a partir desta quinta-feira, 1°, cirurgias em pacientes do SUS que aguardavam Tratamento Fora do Domicílio. A secretaria de Saúde Suely Melo explica que serão realizados entre oito a dez exames por dia no centro e entre duas a três cirurgias por dia.


O fim de uma longa espera e um começo com esperança de uma nova vida para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que enfrentam problemas cardiológicos. É exatamente isso que representa a inauguração de um Centro de Hemodinâmica no Estado que tem parceria com o Instituto do Coração (Incor) e com o Governo do Estado do Acre.

“Aqui está confirmada uma nova fronteira da medicina no Acre. Hoje nós temos quase R$ 15 milhões gastos anualmente com passagens aéreas para que pacientes do Acre possam fazer o Tratamento Fora do Domicílio [TFD]. Agora, esses pacientes poderão fazer esse tratamento aqui”, comemora o governador Tião Viana.

O Hemocardio tem parceria com o Incor, possui equipe médica capacitada e um centro médico com equipamentos de alta tecnologia capazes de atender pacientes com problemas cardiológicos complexos.

Segundo o diretor do Instituto do Coração, cardiologista Sérgio Timerman, o Hemocardio possui alto nível de qualidade. “É um centro completo. Não deve nada a nenhum outro centro de cardiologia do Brasil e falo isso porque venho de um grande centro de cardiologia do país, principalmente quando falo em questão de equipamentos e também da maneira que foi implementado. Está muito bem preparado. O Acre deve se orgulhar de um lugar como esse”, avaliou Timerman.
Redução de gastos, aumento de esperança

No centro de cardiologia serão realizadas a partir desta quinta-feira, 1°, cirurgias em pacientes do SUS que aguardavam Tratamento Fora do Domicílio. A secretaria de Saúde Suely Melo explica que serão realizados entre oito a dez exames por dia no centro e entre duas a três cirurgias por dia.

“Nós temos a partir de hoje mais um serviço de alta complexidade sendo implantado no Estado. Com isso nós vamos ter uma redução de 70% nos encaminhamentos do TFD. Com a realização desses procedimentos aqui aumentamos a possibilidade de sobrevivência dos pacientes”, pontuou a secretaria de Saúde.

Os pacientes que passarem por cirurgias no Centro de Hemodinâmica serão acompanhados pela equipe médica do Hemocardio. A diretora do Hemocardio, Rejane Holanda, informa que além da demanda do TFD o local atenderá demandas do Pronto Socorro (SUS), de pacientes particulares ou que tenham convênios médicos.

O Centro de Hemodinâmica está apto a realizar procedimentos cirúrgicos como cateterismo, implante de stent, ponte de safena, cirurgias de artérias mamárias, entre outros.

 




Veja também:


 
 
 
 
 
 
  • Opinião


Foto Antonio MunizAntonio Muniz

Panorama

Foto de Mathias NaganumaMathias Naganuma

Crônicas

Foto Narciso MendesNarciso Mendes

Artigos