O Rio Branco

Hoje é 21 de Agosto de 2017

Trânsito

Carreta perde freio, desce ladeira e quase causa tragédia em Epitaciolândia

23 de Maio de 2017 às 09:04:26

Era por volta das 12h30 desta segunda-feira, dia 22, quando uma carreta modelo Iveco, foi estacionada na Avenida Internacional que dá acesso a tranca rumo à Bolívia na cidade de Epitaciolândia, enquanto o motorista identificado por Alberto foi almoçar.

Não se sabe ainda o motivo, mas, o grande veículo que estava com uma carga atrelada, desceu a ladeira levado quase tudo que estava em sua frente. Segundo testemunhas, um outro caminhão baú, um carro de pequeno porte e algumas motos que estavam estacionados, foram levados e alguns esmagados.

Por um milagre, o veículo que por pouco não entrou num salão de beleza, devido umas motos que ficaram debaixo do caminhão impedirem que seguisse a descida. A cabelereira conseguiu escapar fugindo para o fundo do estabelecimento e não conseguia falar devido o susto.

Segundo informações de agentes do 6º Ciretran, foram cerca de 12 veículos atingidos pela carreta, sendo que alguns deram perca total. Em tempo, os moradores vivem com medo das carretas que teimam em estacionar na Avenida, mesmo existindo uma Lei Municipal proibindo o estacionamento dos veículos de grande porte.

Em tempo, este não seria o primeiro acidente no local, todos ocasionados por carretas que, por um milagre, não registraram uma ou mais fatalidades. O gerente da empresa que é proprietária da carreta esteve no local, para analisar os estragos e possíveis acordos sobre os prejuízos.

O Prefeito Tião Flores também esteve no local para ver de perto o que havia acontecido, para que junto com sua equipe possa tomar providencias e que algo seja feito de emergência e seja evitado algo pior.

Moradores e proprietários de estabelecimentos reclamam que os motoristas e as empresas não respeitam as placas na extensão da Avenida, colocando em risco a vida de muitos. Também reclama a falta de um estacionamento por parte da Receita Federal que realiza os trâmites para que os veículos passem para o lado boliviano.

O motorista, juntamente com o gerente da empresa foram para a delegacia do Município, onde iriam prestar depoimento sobre o incidente e medidas fossem tomadas.

 

 

Oaltoacre




Compartilhar