Acre registra 5.251 casos confirmados de covid-19

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, informa que 470 novos casos positivos de contaminação por coronavírus foram registrados no estado nesta quarta-feira, 27. Por conta disso, nas últimas 24 horas, o número de casos subiu de 4.781 para 5.251.

O número de mortes pela Covid-19 no Acre também teve um aumento nesta quarta, passando de 105 para 113. São cinco mulheres e três homens nos novos registros de óbitos positivos de infecção por coronavírus.

As mulheres são:

C. M. C. C., de 33 anos, cuja data de entrada no Pronto-Socorro de Rio Branco não foi divulgada, morreu no último dia 23. Ela tinha como comorbidades, segundo declaração de óbito assinado pelo médico, tromboembolismo pulmonar e obesidade.

A. S. N., de 35 anos, deu entrada na UPA do Segundo Distrito no dia 22 de maio e morreu nesta manhã de quarta-feira, 27. Ela apresentava como comorbidades hipertensão arterial e obesidade.

S. M. A. R., de 56 anos, do município de Capixaba. S. R. deu entrada na UPA do Segundo Distrito, com entrada não divulgada, falecendo no dia 19 de maio. Ela tinha como agravos, segundo a declaração de óbito, diabetes, asma e hipertensão arterial.

M. B. S., de 66 anos, deu entrada no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre no dia 15 de maio, falecendo nesta terça-feira, 26. Na sua declaração de óbitos, o médico não registrou comorbidades.

M. L. C., de 75 anos, foi levada para atendimento no Pronto-Socorro no dia 19 de maio, falecendo no dia 24. Ela tinha como comorbidade enfisema pulmonar.

Os homens são:

A. J. R. O., de 34 anos, que deu entrada no dia 25 de maio na UPA do Segundo Distrito, falecendo no dia seguinte, 26 de maio. Segundo a declaração de óbito, ele tinha problema renal crônico há dois anos.

L. B. F., de 39 anos, que foi internado no Hospital Regional do Juruá, dia 10 de maio, falecendo no último dia 26 de maio, em Cruzeiro do Sul. Segundo a declaração de óbito do paciente, ele tinha problemas de hipertensão arterial.

J. M. S., de 68 anos, que deu entrada no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre, no dia 13 de maio e faleceu no dia 25. O médico que declarou o óbito registrou hipertensão arterial, diabetes e problemas cardiorrespiratórios.

Rio Branco, AC, 27 de maio de 2020

Secretaria de Estado de Saúde do Acre


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.