O Rio Branco

Hoje é 27 de Abril de 2016

Saúde

Hospital Estadual de Rodrigues Alves fica seis dias sem enfermeiro no mês de janeiro

25 de Janeiro de 2017 às 11:20:59

ASCOM/SINTESAC

Unidade mista de saúde da cidade está sem equipamentos e medicamentos de emergência e urgência. Sintesac vai ajuizar Ação Civil Pública para sanar problema.

A situação da saúde no interior do Estado continua assustadora e expondo a população local ao risco. Em Rodrigues Alves além de faltar equipamentos para os profissionais e medicamentos essenciais, falta até mesmo enfermeiros para atender a comunidade. A situação foi constatada pela comitiva do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac). O sindicato vai ajuizar uma ação civil pública e também vai levar o caso ao conhecimento do Ministério Público do Estado (MPAC).

O presidente do Sintesac, Adailton Cruz, revelou ter a visita aos municípios do Juruá o objetivo de levar informações para os servidores da região, apresentando os avanços nas negociações salariais com o governo. Mas ao chegar em Rodrigues Alves os sindicalistas levaram um susto.

“Verificamos a falta de equipamentos, vimos a ausência de medicamentos urgência, como adrenalina, e de emergência, como soro e até esparadrapo. Mas um fato grave foi a unidade de saúde estar sem enfermeiro no dia da nossa visita e também em alguns dias alternados ao longo deste mês”.

Adailton revelou que a Lei 7498/86 exige a presença do enfermeiro nas unidades de saúde. “Passamos a escala para o jurídico do Sintesac e vamos entrar com uma ação civil pública para obrigar o governo a cumprir a lei e prestar o atendimento necessário para a população”, informou.

Além da ação judicial já em estudo pela assessoria jurídica do sindicato, o Sintesac encaminhou os fatos para o Conselho Regional de Enfermagem (Coren) e para o MPAC.

A equipe do Sintesac em visita do local foi composta pelo presidente Adailton Cruz, pelo tesoureiro, Juscelino Gonçalves, e com os representantes do sindicato nas cidades de Cruzeiro do Sul e Mâncio Lima.




Compartilhar