Criança de apenas 1 ano morre vítima da Zika e Febre Chikungunya em Tarauacá

Uma criança de 1 ano de idade morreu em Tarauacá, vítima do vírus Zika e da Febre Chikungunya. O caso foi registrado pelo hospital da cidade, e preocupado a população do bairro onde vive a família da criança, o Praia, um dos mais populosos da cidade. Profissionais de saúde já demonstram preocupação.

Segundo apurou o Blog do Accioly, a mãe da criança procurou o hospital porque a criança estava com febre alta. Após alguns dias, começaram a aparecer manchar na pele da menina, e como a febre não dava trégua, a mulher preferiu procurar um médico para a filha. O caso balançou a cidade.

“A bebê ficou então internada. Com o quadro se agravava cada vez mais, foi encaminhada para o Hospital do Juruá em Cruzeiro, com suspeita de sarampo. Sempre falávamos que poderia ser dengue, considerando que no Bairro da Praia estava tendo muito casos suspeitos de dengue e Chikungunya” disse um profissional.

Em Cruzeiro do Sul foram realizados os exames e diagnosticado que Maria Rita havia contraído Zika.“Infelizmente a criança faleceu e no atestado de óbito a causa da morte foi falência múltipla dos órgãos em decorrência da doença. A hipótese sarampo foi descartada” , afirmou.

O problema do município se agrava ainda mais pelo fato de não se fazer ainda o exame laboratorial e na rede particular é muito caro. Maria Rita passou aproximadamente duas semanas internada. Seu irmão está com suspeita de dengue, caso já notificado, uma vizinha de 17 anos, muito mal, já foi encaminhada ao hospital, com sintomas de agravo de Dengue e Chikungunya.

 

 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.