O Rio Branco

Hoje é 21 de Janeiro de 2016

Saúde

Mutirão de cirurgias realiza cerca de 50 procedimentos em Senador Guiomard

02 de Setembro de 2016 às 08:25:19

Uma equipe médica do Hospital das Clínicas de Rio Branco (HC), coordenada pelo médico-cirurgião Yotaro Suzuky e a enfermeira Ediná Monteiro, tem avançado nos mutirões de cirurgias no Hospital Ary Rodrigues, em Senador Guiomard.

Cerca de 50 procedimentos são realizados mensalmente, entre cirurgias de hérnia, laqueadura e joelho.

A transferência de realização dos procedimentos cirúrgicos para Senador Guiomard ajuda a desafogar a demanda de pacientes do HC, uma vez que atende pacientes também de outras cidades do estado, como Bujari, Capixaba, Xapuri, Plácido de Castro, Rio Branco e outras.

“O Hospital Ary Rodrigues funciona como uma extensão do HC. Temos duas salas cirúrgicas, com cerca de 25 a 28 leitos na unidade. Temos estrutura médica, de enfermagem e apoio de pessoal. É um trabalho que nos permite aumentar a oferta cirúrgica para os pacientes que procuram o HC”, conta Suzuky.

Por semana, são realizadas uma média de oito a doze cirurgias, uma forma de garantir o acesso de maneira mais rápida aos procedimentos, explica a coordenadora dos mutirões, Ediná Monteiro.

“A gente já realiza esses procedimentos há mais de três anos aqui em Senador Guiomard. É uma satisfação poder colaborar com os pacientes, que em geral são pessoas que vêm de longe, dos seringais, colônias. Eles passam por um acolhimento e a gente dá todo o suporte, desde a prévia ao pós-cirúrgico”, conta a coordenadora.

Esperança e recomeço

Fernando Alves conta que após a cirurgia uma nova fase de vida se inicia, principalmente em seu trabalho (Foto: Júnior Aguiar/Sesacre)

Fernando Alves conta que após a cirurgia uma nova fase de vida se inicia, principalmente em seu trabalho (Foto: Júnior Aguiar/Sesacre)

 

Antes de passar pelo procedimento cirúrgico para retirada de uma hérnia umbilical, o trabalhador autônomo, Fernando Alves, 49 anos, conta que no início sentiu medo de procurar o tratamento médico.

Encorajado pela família e pela agilidade do Sistema Único de Saúde (SUS) em atender seu caso, ele conta que está cheio de esperança para viver um novo recomeço.

“No início eu tive medo da cirurgia, por isso demorei a procurar a rede pública. Sou natural de Cruzeiro do Sul, mas moro em Rio Branco. Eu sei que a partir de agora muita coisa vai mudar na minha vida, principalmente no trabalho. Faço viagens para o Juruá, e na estrada sempre ia temeroso de a hérnia estourar. A partir de agora sei que essa preocupação não vai mais fazer parte da minha rotina”, conta.

A mãe do paciente, Esmaelita Souza, aguardava ansiosa pelo término da cirurgia de Alves. Segundo a aposentada, a família está cheia de esperança, pois acredita que a partir de agora a vida do filho será outra.

“A vida dele vai mudar. Ele é o único filho que mora perto de mim e me ajuda. Ultimamente ele não estava podendo trabalhar em razão dessa hérnia. Agradeço muito ao governo, por proporcionar essa nova oportunidade ao meu filho e à nossa família”, declarou.

Procedimento rápido e eficiente

Já o técnico de informática Marcos Medeiros, 29 anos, conta que ficou surpreso com a rapidez do procedimento e a excelência do atendimento da equipe médica.

“Há dois anos eu iniciei esse tratamento. Estou surpreso com a eficiência e a excelência do atendimento. Foi um procedimento rápido e nada doloroso. Quem não fez e precisa fazer essa cirurgia fique tranquilo, porque é muito segura e indolor, e a equipe médica do HC é de muita excelência”, recomendou o paciente.

(Foto: Junior Aguiar/Secom)

(Foto: Junior Aguiar/Secom)

(Foto: Junior Aguiar/Secom)

(Foto: Junior Aguiar/Secom)

(Foto: Junior Aguiar/Secom)




Compartilhar