TRE indefere candidatura de Alércio Dias e Nilson Areal

 

 

Antonio Muniz

O ex-deputado Alércio Dias (PSB)  o ex-prefeito de Sena Madureira e ex-deputado Nilson Areal (PR) tiveram seus respectivos registros de candidaturas rejeitados pelo Tribunal Regional Eleitoral. Os dois têm sentença transitado em julgado.

Os dois candidatos vão recorrer da sentença do TRE junto ao Tribunal superior Eleitoral (TSE)  para garantir o registro de candidatura. Tanto Alércio quanto Areal  acreditam que conseguiram reverter o quadro na suprema corte eleitoral.

O advogado Fagner Sales (PMDB), Filho do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales (PMDB),  candidato a deputado federal pelo mesmo partido também sofreu derrota no TRE-AC.A corte  entendeu, que Fagner é inelegível por ter condenação por doação irregular de campanha.

Os advogados de Fagner vão apelar para o TSE para tentar reverter a situação e manter a candidatura. O prefeito Vagner Sales (PMDB) deverá lançará alguém da família para substituir Fagner, caso este não obtenha vitória na instancia superior.

Plantão

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC) realizará sessão de julgamento neste sábado, 2, e domingo, 3, para julgar os pedidos de registro de candidaturas dentro do prazo que se encerra na terça-feira, 5.

O calendário das sessões referente ao mês de agosto foi aprovado em sessão, ontem. A mudança se deu à pedido do Juiz Naiber Pontes de Almeida. “Estive em reunião oficial a Brasília, o que dificultou o desenvolvimento do trabalho na Corte”, afirmou.

Os demais menos da corte aprovaram a sugestão a fim de, evitar o acúmulo dos julgamentos para a última hora e, dessa forma, eventuais imprevistos.

O TRE julgou 554 dos 631 processos autuados na classe de registro de candidatura. Segundo a Assessoria de Imprensa do TRE, ainda encontram-se pendentes 77 processos.