TFD pauta debates acalorados entre oposição e situação

Wanglézio Braga

Os serviços do Tratamento Fora de Domicílio (TFD) voltou a fazer parte dos debates da Assembleia Legislativa na manhã dessa quinta-feira, 05. Por horas, situação e oposição falaram sobre o assunto puxado pela deputada Eliane Sinhasique (PMDB) e rebatido pelo Líder do Governo na Casa e pelo deputado Lourival Marques (PT), líder do PT na Aleac.

De acordo com Sinhasique, os serviços telefônicos do órgão têm apresentado problemas técnicos. A parlamentar relatou o caso de uma paciente que está realizando tratamento contra o câncer no Hospital de Barretos e não tem conseguido contato com o TFD.

A parlamentar pontuou que sua equipe fez 19 tentativas nas três linhas telefônicas disponibilizadas pelo TFD aos usuários, entretanto também não obteve êxito. A peemedebista ressaltou que “é inadmissível que essas pessoas fiquem abandonadas”.

O líder do Partido dos Trabalhadores na Aleac, deputado Lourival Marques, informou que o paciente que estaria há oito meses aguardando agendamento do TFD, teve sua consulta agendada para o dia 4 de março, na cidade de Manaus.

De acordo com o deputado, o processo ainda não havia sido liberado devido à falta de vagas no hospital da capital do Amazonas. “Sobre o paciente mencionado ontem nesta tribuna, eu informo que o mesmo já teve sua consulta agendada para o dia 4 de março num hospital de Manaus. Seu processo não havia sido encaminhado pelo TFD devido às dificuldades no agendamento do próprio hospital”, disse.

Já o líder do Governo na Casa, explicou que o TFD está sendo transferido para a sede da Sesacre, antigo Banacre, e com isso as linhas telefônicas estão sendo reinstaladas, o que justifica a suspensão do atendimento.

Hospital de Mâncio Lima

O deputado Luiz Gonzaga (PSDB) aproveitou a sessão para pedir instalação de um aparelho de raios X no hospital de Mâncio Lima. De acordo com o deputado, o equipamento está há meses na unidade de saúde, mas ainda não foi instalado.  A terceira indicação pede à Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras Públicas que providencie a reforma do Hospital Abel Maciel Pinheiro, também em Mâncio Lima.  “Ainda naquele hospital tem apenas um laboratório. Ali só tem o básico do básico. Os funcionários estão ali trabalhando com dificuldades”, ressaltou.

O líder do governo, disse que já foi expedida ordem de serviço para fazer a devida manutenção no Hospital Geral de Xapuri, também uma das reeinvidicações da base de oposição, desta feita pelo deputado Chagas Romão (PMDB). Já em Mâncio Lima, uma equipe do governo já se encontra no município para verificar a demanda levantada pelo deputado tucano.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.