O Rio Branco

Hoje é 21 de Agosto de 2017

Política

Governo garante investimentos de R$ 6 mi para recuperação de ramais em Xapuri

22 de Junho de 2017 às 08:49:15

A nova presidência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) de Xapuri e uma equipe da prefeitura do município estiveram reunidas com Cristovam Moura, diretor-presidente do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem, Hidrovias e Infraestrutura do Acre (Deracre) na terça-feira, 20, para tratar das ações que o governo executará para melhorias de ramais na região.

“Serão investidos R$ 6 milhões nos trabalhos de melhoria para trafegabilidade nos ramais de Xapuri. Mesmo com a crise, esse é um dos municípios que mais recebeu investimentos nesta área, o que permitiu que muitos ramais tivessem condições de tráfego de inverno a verão”, pontuou Cristovam Moura.

Foi com otimismo que o presidente recém-eleito do STR, Francisco de Assis, recebeu o anuncio do gestor do Deracre. “Todos os anos somos beneficiados com ação dos ramais. Claro que a demanda é muito maior que o Deracre pode dar conta, mas ano passado tivemos um bom investimento aqui. Esse ano avança para o lado do Guarani, do Tupá”, comentou o sindicalista.

Bira Vasconcelos, prefeito da cidade, ressaltou que só com a parceria do governo do Estado tem sido possível ampliar a melhoria na infraestrutura das vias rurais. “Num momento tão difícil de crise financeira, crise política a gente tem que juntar as forças. Essa reunião foi exatamente isso. Todos colocaram suas condições, dificuldades, seus aportes. Dessa forma a gente pode construir o que é possível realizar nesse momento”, observou o gestor.

STR de Xapuri

Essa é a primeira agenda do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Xapuri com o governo do Estado, após a posse da nova diretoria. O STR da Princesinha do Acre tem um peso histórico devido ao fato de Chico Mendes ter sido um dos dirigentes na década de 80.

Sua postura de resistência aos pecuaristas presentes na região após o incentivo da ditadura militar para ocupação da amazônia, fizeram com que o líder seringueiro denunciasse mundo afora os abusos praticados contra a floresta e seus habitantes.

Após o assassinato de Chico Mendes, as atenções do mundo se voltaram para a Amazônia e o governo federal criou a Reserva Extrativista (Resex) que leva o nome do líder seringueiro.

 

 

Agência

 




Compartilhar