Gestões equilibradas tornam prefeitura sem problema fiscal e previdenciária

ANTONIO MUNIZ

Programa Tribuna Livre desta sexta-feira, na TV Rio Branco-SBT, teve como convidada especial a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri (PSB). Ela afirmou que graças a uma sequência de boas gestões, a Prefeitura de Rio Branco, ao contrário do governo estadual e a maioria das prefeituras acreanas, não tem problemas fiscais, nem previdenciários.

Comandado por Tião Silva, o programa  contou com os debatedores  Narciso Mendes e Osmir Lima  e a participação especial de Antonio Muniz. Ao ser perguntada se seria ou não candidata à reeleição, a prefeita afirmou que só vai falar em política no próximo ano. Disse ainda que mantém relação de respeito com a Câmara de Rio Branco, tanto com a situação, quanto com a oposição.

Diferente do governo estadual que é obrigado a gastar R$ 50 milhões mensais para cobrir o rombo  no Instituto de Previdência do Acre (Acreprevidência), o Instituto de Previdência de Rio Branco (RBPrev) tem um fundo superior a R$ 400 milhões aplicados.  A prefeitura mantém estudo para garantir o equilíbrio atuarial.

 Segundo a prefeita, um dos maiores desafios da gestão municipal é aumentar a capacidade de investimentos e atender a grande demanda, uma vez que a Prefeitura de Rio Branco e responsável pela metade da população acreana, mas tem orçamento que representa apenas 10% das receitas do governo estadual.

Quanto à questão fiscal, a prefeita afirmou que a gestão municipal tem agido como muita transparência e eficiência e mantém equilíbrio entre receitas e despesas. As receitas, segundo ela, poderiam ser maiores, mas a prefeitura de Rio Branco vem sendo prejudicada pela forma com que o governo estadual repassa o ICMS aos municípios.

Na condição de presidente da Associação dos Municípios do Acre (Amac), Socorro Neri tomou a iniciativa de debater o assunto com os prefeitos  para, segundo ela, estabelecer sistema de distribuição justo e legal. O assunto também foi amplamente debatido com o Ministério Público o Tribunal de Contas. Foi elaborada uma proposta que será usada como base de projeto de lei a ser encaminhado pelo governo estadual á assembleia Legislativa.

Reconhecimento à uma gestão de excelência

A prefeitura já foi reconhecida por organismos nacionais e internacionais pelo trabalho de excelência na Educação, Saúde, no equilíbrio fiscal e previdenciário, pela transparência na quinta-feira conquistou o primeiro lugar na terceira edição do Prêmio Cidades Sustentáveis. A iniciativa vencedora foi chamada: “Feira Livre da Agricultura Familiar Sustentável”.

Também deu a chamada volta por cima ao lançar a Operação Verão-2019, tanto na zona urbana quanto na rural. Lançou programa de iluminação de vias públicas com lamparas de led que representa considerável economia aos cofres públicos e vão deixar a cidade mais bonita. Além disso, institui o Conselho Municipal de Turismo que vai fortalecer nossa economia; construir o Mundo Azul, que já está a cuidar melhor dos autistas e criou o programa de medicamento em casa para contemplar os idosos.

Ataques machistas e preconceituosos

Mas nem tudo são flores, a prefeita eternou seu descontentamento com nova onda de ataques que vem sofrendo, sobretudo nas redes sociais. Os primeiros ataques foram feito no final do ano passado  e agora, no último fim de semana, os ataques foram intensificados.

A prefeita afirma que, como democrata, aceita ser questionada e criticada. Também aceita conviver com opiniões e ideias contrárias. No entanto, como mulher, mãe e avó, não admite ter sua honra atacada, sobretudo de forma violenta, machista e preconceituosa. “Tenho 32 anos servidora púbica e exerci vários cargos, sempre agindo de forma honesta e equilibrada. Os responsáveis pelos ataques à minha honra serão acionados judicialmente”, afirmou a prefeita. Socorro agradeceu pela oportunidade e afirmou que ser prefeita é uma satisfação e não vaidade pessoal.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.