Depois de piada com cloroquina, Bolsonaro diz lamentar mortes por Covid-19

BRASÍLIA

Após fazer piada com a politização do uso da hidroxicloroquina, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) começou esta quarta-feira (20) lamentando as mortes causadas pelo novo coronavírus.

“Dias difíceis. Lamentamos os que nos deixaram”, escreveu Bolsonaro em uma rede social logo ao amanhecer.

Na terça-feira (19), o Brasil rompeu a marca simbólica de mais de mil mortes diárias em decorrência do novo coronavírus. Ao todo, são 17.971 óbitos e 271.628 casos confirmados, segundo o Ministério da Saúde.

A propaganda oficial do governo ignorou a escalada de óbitos. Peça da Secom (Secretaria de Comunicação) publicada no Twitter preferiu destacar o que chama de "placar da vida", com números de curados. A postagem recebeu uma enxurrada de críticas dos internautas.

Na mesma noite, em uma entrevista na internet, Bolsonaro não fez qualquer comentário sobre o recorde de mortes, mas fez piada sobre a politização acerca do uso da hidroxicloroquina —medicamento sem comprovada eficácia contra a doença.

"Quem é de direita toma cloroquina. Quem é de esquerda toma Tubaína", ironizou, referindo-se a uma marca de refrigerante.

Na mesma transmissão, o presidente afirmou que o ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, assinará na manhã desta quarta-feira novo protocolo que permitirá o uso da cloroquina em pacientes em estágio inicial de contágio do coronavírus.

O assunto foi abordado novamente na publicação feita nesta manhã.

“Hoje teremos novo protocolo sobre a cloroquina pelo Ministério da Saúde. Uma esperança, como relatado por muitos que a usaram. Que Deus abençoe o nosso Brasil”, escreveu Bolsonaro.

 

FOLHA DE SÃO PAULO


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.