Gladson aprova revolta de deputados contra secretários, fala em demitir secretários, mas abre aviso: "Fica na base quem quer"

Antonio Muniz 

Após duas horas de reunião, no Palácio Rio Branco, na manhã desta quarta-feira, o governador Gladson Cameli (PP) afirmou, em coletiva à imprensa, que a revolta dos deputados na e governista contra os secretários e alguns diretores de órgãos vinculados à administração estadual têm motivos.

Disse ainda que pode demitir mais secretários.No entanto, afirmou que não vai mais admitir que parlamentares descontentes mandem recados ao governo por meio de pronunciamento na tribuna da Aleac. Disse ainda eu quem não estiver contente com o governo está livre para seguir o caminho que achar mais conveniente.  O governador repetiu a velha frase usada dede o ano passado: “Aporta é a serventia da casa”. 

Cameli mandou um recado ao presidente da Aleac, deputado Nicolau Junior (PP), seu cunhado e colega de partido. Há uma semana, Nicolau ocupou a tribuna da Aleac e abriu fogo contra os secretários estaduais. Ele não citou nomes e nem precisava, pois todos sabem quem são os secretários  que batem de frente com os deputado governistas

O governador tambpem garantiu que a partir de agora, os secretários dispensarão tratamento mais respeitosa e atencioso aos deputados. Garantiu ainda que todas as vezes que um projeto polêmico foi enviado à   Aleac, o secretário da pasta em questão irão ao Poder Legislativo prestar os devidos esclarecimentos aos deputados.

“Foi uma reunião de realinhamento muito positiva. O principal foi ouvir as queixas dos deputados. Em relação ao discurso do presidente da Aleac sobre os secretários, eu concordo com ele. É um momento onde os deputados puderam externar o que pensam. Democracia é isso”, firmou o governador.

“Reunião produtivo”

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Nicolau Júnior (PP) saiu satisfeito e afirmou que a reunião foi muto produtiva. A relação dos deputados da base com o Gladson, segundo ele, sempre foi muito boa. “Os problemas sempre foram concentrados em alguns secretários e ocupantes de cargos comissionados”, disse.

“O problema é a comunicação com secretários e cargos comissionados. Nós queremos que o governo dê certo. A base sempre esteve unida. Ano passado, apesar dos problemas, conseguimos aprovar os projetos de interesse do governo”, afirmou.

Conselho

Gladson aproveitou o encontro para apresentar aos deputados o seu novo conselho político composto pelos ex-deputados  Osmir Lima; o ex-presidente da Assembleia Legislativa, Elson Santiago e Paulo Ximenes.

Embora tenha classificado a reunião como positiva, Gladson afirmou não ser mais necessário o envio de recados da tribuna da Aleac ao governo por parte dos deputados da base. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.