O Rio Branco

Hoje é 28 de Maio de 2016

Política

Deputado Jesus Sérgio defende parceria entre Dnit e Deracre para recuperação da BR-364

18 de Abril de 2017 às 17:40:19

O deputado Jesus Sérgio (PDT) sugeriu durante a sessão desta terça-feira (18), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), que o Dnit faça uma parceria com o Deracre no sentido de recuperar a BR-364, que liga Rio Branco a Cruzeiro do Sul. Ele explica que uma parceria neste momento seria importante, uma vez que o Deracre já tem uma estrutura montada, com acampamentos ao longo da rodovia. O Dnit entraria com a parte de insumos, já que disponibiliza os recursos.

"Venho a esta tribuna falar da precariedade da nossa rodovia, a BR-364, que liga Rio Branco a Cruzeiro do Sul. Para nós, que moramos naquela região, tornou-se quase impossível e perigoso andar pela rodovia. Uma pessoa que precisa utilizar a 364 só o faz em caso de extrema necessidade. A pior fase dessa estrada é nesse período agora. Tenho preocupação com a forma como estão sendo feitasalgumas coisas nessa estrada. Estão jogando dinheiro fora. Eles jogam pedras nos buracos, não fazem a limpeza da área. Esse recurso é cobrado do Dnit e não vai resolver o problema. O pouco dinheiro que está vindo pode acabar antes mesmo de se fazer um trabalho de vergonha". E acrescenta: "Está chegando o verão e não tem acampamentos, não tem máquinas. É pouco equipamento para muito trabalho. Sugiro que o Dnit volte a fazer parceria com o Deracre.  Isso porque o Deracre tem uma estrutura montada, tem acampamentos. As empresas têm que montar equipamentos e não estão montando. Os recursos que estão vindo não são suficientes", pontua.

Jesus Sérgio acrescentou que as empresas aéreas já alertaram que caso a estrada seja fechada para o tráfego, o preço das passagens irá aumentar. " Peço que o Dnit olhe com carinho para as pessoas que precisam da BR-364. As empresas de avião, elas dizem: 'no momento que ela fechar, o valor sairá de R$ 400,00 e vai para R$ 600,00'. O que dificulta muito a vida da nossa população", reitera.

O pedetista falou de outra situação. Ao tratar de saúde, pediu uma atenção maior do secretário da área, Gemil Júnior, para com os municípios isolados. Ele citou o caso de um paciente de Jordão que tentou transferência para Rio Branco e não foi atendido, tendo que vir em voo comercial até a capital, mesmo em condições de risco de morte.

"As pessoas que vivem nos municípios isolados precisam do mesmo atendimento de quem mora na capital. Vou falar da situação que aconteceu no final de semana, é sobre um paciente que estavam à beira da morte em Jordão. A direção do Hospital de lá tentou contato com a Sesacre, com o secretário e sequer foi atendida. A direção fez todo o esforço e não conseguiu e me pediu ajuda. Tentei ligar para a assessoria do governo e para o secretário e não fui atendido. Se o secretário não atende um deputado da base do governo, imagine o cidadão. Graças a Deus essa pessoa veio no avião de linha, devido ao esforço da direção do hospital de Jordão, é bom que se diga. Nesse sentido que agradecer a atenção da equipe do Huerb", relata.

 

 

Agência Aleac




Compartilhar