Governistas surpreendem e apresenta cinco aberturas de CPI: Energisa será investigada

Por Wanglézio Braga

A quarta-feira (17) de abril vai ficar na história do parlamento acreano. Na tentativa de barrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que tem por objetivo investigar a Energia oferecida pela Energisa no Acre, deputados da base governista tumultuaram e de uma só vez apresentaram cinco requerimentos para investigar o Pró-Saúde, Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (HUERB), Fábrica de Pisos de Xapuri, Detran e Juruá Peixes da Amazônia.

Os deputados Cadmiel Bonfim (PSDB), Marcus Cavalcante (PTB) e Luiz Tchê (PDT) foram os responsáveis por apresentar as CPI’S “emergenciais”.

Após os pedidos, deputados do bloco de oposição e os chamados independentes contestaram o presidente Nicolau Júnior, do PP, e pediram um posicionamento da Mesa Diretora. Eles denunciam que a suposta manobra é de superlotar a Casa de Leis com a criação das CPI ferindo os artigos do regimento interno que diz que apenas três comissões devem ser formadas.  

O deputado Roberto Duarte, do MDB, visivelmente decepcionado pela manobra de tentar abafar a CPI da Energisa por parte da ala governista, disse que não aceitaria. “Nós vamos ter que colocar agora a mesa sob suspeição. Não aceito a manobra de forma sorrateira”, criticou Duarte que também não poupou o deputado Luis Tchê, do PDT, dos debates acalorados “Eu não vou aceitar que se traga essa discussão para o campo pessoal. Isso eu não vou admitir. Não vou permitir que a discussão fuja do campo do parlamento”.

Após extenso bate boca, o presidente Nicolau Júnior garantiu aos deputados que a CPI da Energisa vai prosperar pois enviará para publicação no Diário Oficial da Aleac o pedido. “Estou garantindo que ainda hoje vamos mandar publicar a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito da Energisa”, sendo aplaudido pelos deputados. 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.