Gladson reúne secretários para avaliar gestão e discutir novas metas de Governo

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, esteve reunido nesta segunda-feira, 13, com sua equipe de diretores e secretários de Estado para avaliar os primeiros meses de gestão, traçar novas metas e alinhar as diretrizes de Governo que serão executadas nos próximos anos.

Para o gestor, o momento é de união e de muito trabalho para recuperar a credibilidade do Estado, que foi perdida de maneira irresponsável em anos anteriores, e preparar o Acre para um novo tempo de desenvolvimento social e prosperidade econômica.

A população acreditou na mudança e chegou o momento de demonstrar que estamos preparados para atender os anseios da população. Sabemos que a situação financeira que o Estado se encontra não é das melhores, mas tenho certeza que os resultados virão porque estamos focados e empenhados em fazer o melhor Governo para o nosso povo”, disse o governador.

Gladson agradeceu a determinação de sua equipe e reconheceu que todos estão juntos em um só propósito, que é assegurar a excelência na prestação dos serviços oferecidos pelo poder público, além de garantir outras melhorias que beneficiem a população acreana.

“Essa reunião é mais uma prova que o nosso Governo já deu certo. O sucesso da nossa gestão depende que este time permaneça unido e é assim que nós temos trabalhado. Continuo pedindo a dedicação de todos vocês para que tudo aquilo que colocamos em nosso Plano de Governo e acreditamos que é o melhor para o Acre seja concretizado”, ressaltou.

Situação financeira é apresentada

Durante a reunião, coube as secretárias de Planejamento e Gestão Administrativa (Seplag), Maria Alice Araújo, e da Fazenda, Semírames Dias, a apresentação de um relatório atualizado sobre as finanças da administração estadual.

O Estado possui R$ 1,2 bilhão em empréstimos distribuídos em mais de 900 contratos espalhados em 20 órgãos públicos. De acordo com Maria Alice, a maneira atrapalhada e sem nem um tipo de controle que esses processos foram conduzidos pela gestão passada são extremamente grave.

A irresponsabilidade foi tamanha que os governos anteriores sequer atentaram-se para as altas taxas de juros quando contraíram empréstimos milionários junto a Caixa Econômica Federal por meio do Finisa, o Financiamento à Infraestrutura e Saneamento. Recentemente, o governador Gladson Cameli esteve reunido com a direção do banco público para discutir a renegociação da dívida.

O descaso também foi constatado em relação a perda de emendas parlamentares. Foram identificados R$ 377 milhões que deixaram de ser investidos no Acre por pura incompetência e falta de compromisso com a população. Somente na Segurança Pública, cerca de R$ 80 milhões foram devolvidos aos cofres da União.

Por pouco, mais R$ 94 milhões também não tiveram o mesmo destino. O Governo do Estado corre contra o tempo para salvar este recurso que estava disponível desde 2017 e que agora será utilizado, exclusivamente, na recuperação e manutenção de ramais nos 22 municípios acreanos.

Outra medida adotada pela nova gestão é o respeito no cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. O limite prudencial com a folha de pagamento dos servidores é, rigorosamente, acompanhado pela Fazenda estadual.

Para conseguir a prorrogação das operações de crédito, o Estado realiza um esforço concentrado para concluir os projetos mal elaborados pela antiga administração. O Governo se prepara para a execução de um empréstimo de 35 milhões de dólares feito peloBanco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento(Bird). Com este montante, será possível viabilizar grandes obras, como a ponte sobre o Rio Acre, em Xapuri, e a orla do Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.