“Não foi por falta de aviso”, diz Roberto Duarte sobre assalto na Maternidade

Por Wanglézio Braga

“Não foi por falta de aviso”. Foi com essa frase que o deputado Roberto Duarte (MDB) comentou à nossa reportagem sobre a invasão de um bandido na Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, na madrugada de hoje (13). O assaltante, de posse de duas facas, teria feito um arrastão dentro da unidade hospitalar, levando pertences dos servidores e pacientes.

Sobre a insegurança no local, Roberto Duarte lembrou que em junho desse ano, enviou um requerimento, de número 251, à Secretaria de Saúde do Acre (SESACRE) e ao Comando da Polícia Militar do Acre (PMAC) solicitando o fortalecimento da segurança no prédio, mas em resposta o órgão disse que não pode atender por conta da “natureza da razão do pedido”.

“A justificativa de não poder atender o meu pedido, de colocar um policiamento da PM de forma ostensiva dentro da maternidade, foi que eles não são responsáveis pela segurança da unidade. Daí, a pergunta que faço é: De quem seria?”, disse Duarte mostrando cópia do requerimento alertando que havia manifestado preocupação bem antes do episódio de hoje

Sobre esse arrastão, a direção da Maternidade Bárbara Heliodora bem como a SESACRE ainda não se manifestaram e o deputado quer saber: “Quem vai repor os prejuízos dos servidores públicos e dos pacientes?”.