“Não foi por falta de aviso”, diz Roberto Duarte sobre assalto na Maternidade

Por Wanglézio Braga

“Não foi por falta de aviso”. Foi com essa frase que o deputado Roberto Duarte (MDB) comentou à nossa reportagem sobre a invasão de um bandido na Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, na madrugada de hoje (13). O assaltante, de posse de duas facas, teria feito um arrastão dentro da unidade hospitalar, levando pertences dos servidores e pacientes.

Sobre a insegurança no local, Roberto Duarte lembrou que em junho desse ano, enviou um requerimento, de número 251, à Secretaria de Saúde do Acre (SESACRE) e ao Comando da Polícia Militar do Acre (PMAC) solicitando o fortalecimento da segurança no prédio, mas em resposta o órgão disse que não pode atender por conta da “natureza da razão do pedido”.

“A justificativa de não poder atender o meu pedido, de colocar um policiamento da PM de forma ostensiva dentro da maternidade, foi que eles não são responsáveis pela segurança da unidade. Daí, a pergunta que faço é: De quem seria?”, disse Duarte mostrando cópia do requerimento alertando que havia manifestado preocupação bem antes do episódio de hoje

Sobre esse arrastão, a direção da Maternidade Bárbara Heliodora bem como a SESACRE ainda não se manifestaram e o deputado quer saber: “Quem vai repor os prejuízos dos servidores públicos e dos pacientes?”.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.