O Rio Branco

Hoje é 26 de Junho de 2017

Política

Governo inicia programa de mecanização de 32 mil horas para produtores acreanos

13 de Junho de 2017 às 08:35:33

Em coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira, 12, o governador Tião Viana anunciou um novo programa de mecanização agrícola para médios e grandes produtores rurais.

Para isso, a Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária (Seap), por meio do Fundo Agropecuário Estadual (Funagro), tornou público no dia 24 de maio o edital de chamamento que habilita pessoas físicas ou jurídicas para o recebimento desses serviços, com contrapartida financeira.

No total, serão disponibilizadas 32 mil horas de trabalho mecanizado, além de acompanhamento técnico na propriedade feito por profissionais da Seap.

“É um trabalho inovador que fazemos junto a um sistema de compartilhamento legal. Tem a organização do Estado, as máquinas agrícolas do Estado e a participação da comunidade interessada, que já se organizou com seu plano agrícola. E o resultado disso vai ser um grande avanço nas áreas de plantio, colheita e destoca no Acre”, conta o governador.

As inscrições para o programa ficam abertas até o dia 14 deste mês. Os produtores interessados devem procurar os escritórios da Seap em seus municípios e agendar a mecanização para os processos de preparação do solo, cultivo integrado, culturas de grãos em escala comercial e recuperação de pastagens.

O secretário de Agricultura e Pecuária, José Reis, completa: “Estamos atendendo nessa primeira chamada o Alto e Baixo Acre. O Funagro é um instrumento para aperfeiçoarmos o uso das máquinas, atender os produtores e fazer as manutenções adequadas. Além disso, o produtor receberá o acompanhamento técnico adequado dos nossos agrônomos”.

Produtores empolgados

Entre os produtores presentes à coletiva, Euzélio Pereira era um dos mais animados. Trabalhando com o plantio de mandioca há mais de 10 anos junto a um grupo de agricultores em mais de 40 hectares de terras já abertas em Porto Acre, ele fala um pouco do impacto da mecanização na produção.

“No método tradicional, cinco pessoas fazem o plantio de um hectare em um dia. Hoje, pra você plantar um hectare no método mecanizado é cerca de meia hora. A gente precisa de assistência técnica, e essa parceria com o governo alavanca a produção das nossas cadeias”, conta Pereira.

Para os pequenos

Embora os serviços ofertados pelo Funagro também estejam abertos para pequenos produtores, vale lembrar que eles necessitam de contrapartida financeira para serem utilizados.

Para os produtores que não têm essa contrapartida, a Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof) possui um plano de atendimento gratuito.

Com isso, Seaprof tem a meta de mecanizar quatro mil hectares de área só este ano, com um investimento de R$ 1,6 milhão nesse modelo.

Os interessados devem procurar os escritórios da Seaprof em cada município para mais informações.

 

 

 

Agência

 

 




Compartilhar