O Rio Branco

Hoje é 27 de Junho de 2017

Política

André Maia garante permanência de concursados e anuncia calendário de pagamento

12 de Janeiro de 2017 às 17:55:38

Em pronunciamento realizado no Centro Comunitário da igreja Católica do município de Senador Guiomard, o prefeito André Maia (PSD) anunciou a real situação financeira da prefeitura. O chefe do executivo municipal informou que a gestão anterior não deixou recursos para pagamento dos servidores referente ao mês de dezembro e destacou que não irá demitir os concursados e muito menos vai aceitar o aumento de seu salário e dos secretários aprovado pela legislatura passada da Câmara Municipal de Vereadores.

Depois de quase duas semanas buscando informações administrativas e financeiras do município. André e sua equipe encontraram todos os dados que precisavam para esclarecer a população de forma eficiente sobre a situação encontrada no município.

“Muitos integrantes da gestão anterior pregava que existia cerca de R$ 3 milhões nas contas da prefeitura. Realmente existe pouco menos que isso, mas a grande maioria desses recursos são relacionados a convênios que não podem ser desvinculados para pagamento de pessoal. Ou seja, eles não deixaram recursos para pagamento dos servidores referente a dezembro. O que mais impressiona é que a gestão passada ainda encaminhou um documento ao Tribunal de Contas do Estado informando que tinha pagado os servidores, sendo que não empenharam e muito menos encaminharam a folha de pagamento ao banco”, explicou Maia.

Durante o pronunciamento o prefeito também informou que mesmo havendo uma multa de R$ 500 dia do TCE, que pede o cancelamento do concurso, vai continuar mantendo os servidores em seus locais de trabalho.

Segundo André, o salário de dezembro mesmo não sendo de sua responsabilidade com relação ao atraso, será pago pela atual gestão de forma parcelada depois que a equipe financeira fizer os demais levantamentos dos recursos. “Na minha gestão não iremos atrasar salário e este mês de janeiro pagaremos a partir do dia 21 os servidores que já foram prejudicados com o não pagamento de dezembro. Durante o ano faremos o pagamento sempre dentro do mês trabalho”, informou.

A respeito do aumento do salário do prefeito e secretários aprovado pela legislatura passada da Câmara de Vereadores. André disse que além de diminuir o número de secretarias que existia na pasta do município, não vai aceitar o aumento salarial dele e nem dos secretários. "Entendo que o momento é de crise e que a situação neste momento é difícil", destacou.

O secretário de Finanças da prefeitura, Deusdete Cruz disse que o prefeito e a equipe de finanças irá encaminhar daqui alguns dias os relatórios com a situação encontrada na prefeitura pela atual gestão aos órgãos competentes. "Os documentos serão entregues ao TCE, MPE e Câmara de Vereadores como exige a legislação", disse Cruz finalizando o pronunciamento da administração pública do município.

Wiliandro Derze

 




Compartilhar