O Rio Branco

Hoje é 21 de Outubro de 2017

Política

Questionado por Narciso Mendes...

11 de Agosto de 2017 às 16:03:22

Redação

O programa Tribuna Livre na TV Rio Branco canal 8 - SBT desta sexta-feira (11) entrevista a partir das 20h30 o ex-deputado federal Márcio Bittar e sua esposa a presidente do Solidariedade Márcia Bittar. O casal fala das articulações em torno da pré-candidatura ao senado dentro do PMDB e o trabalho que o solidariedade vem realizando em todo o Estado com adesão de lideranças importantes para o bloco de oposição no Acre.

Durante a entrevista o apresentador Astério Moreira com auxilio dos debatedores Narciso Mendes e o jornalista Antônio Muniz questionou o casal sobre a crise político e corrupção no país envolvendo lideres de vários partidos incluindo PSDB, PMDB, PT, DEM e PP.

Márcio Bittar também destacou que a disputa de 2018 será dentro do campo das personalidades políticas, já que todos os partidos acabaram se envolvendo de alguma forma nos atos de corrupção investigados principalmente pela operação Lava Jato, comandada pelo Ministério Público Federal e o juiz de direito, Sérgio Moro.

Questionado por Narciso Mendes quais os motivos do prefeito de Rio Branco ter se elegido na capital acreana quando todo o Brasil votou contra os candidatos do PT nas eleições de 2016. Márcio foi direto ao dizer que alguns fatores contribuíram para o que ocorreu, mas que o atual prefeito é conivente com a política de esquerda comunista que faliu o país. “Quando você deixa de incentivar as empresas a abrir os negócios e quer o Estado sendo acionista vai acarretando a falência como vem ocorrendo, por exemplo, com a empresa de peixes aqui”, destacou Bittar.

Márcia que também foi questionada se teria algum receio ou problema em ser a dirigente do Solidariedade enquanto seu marido iria se filiar ao PMDB para ser o candidato do partido ao Senado Federal. Márcia respondeu que todos fazem parte de um mesmo objetivo que é uma política contraria ao que o PT vem realizando no Acre e no Brasil.

A respeito da volta ao PMDB, Márcio disse que foi muito bem acolhido e que sempre fez parte da família do glorioso quando sempre foi apoiado pelos militantes e dirigentes em suas candidaturas a prefeitura de Rio Branco e governo do Estado.




Compartilhar