Bolsonaro diz que não pretende deixar PSL "de livre e espontânea vontade"

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 4ª feira (9.out.2019) que não pretende deixar o PSL “de livre e espontânea vontade”. A afirmação foi feita em entrevista ao site O Antagonista.

A queda de braço entre o presidente e a sigla não é de hoje, mas ganhou força depois de declaração do chefe do Executivo a 1 apoiador. Na ocasião, o presidente disse a ele para “esquecer o PSL” e que o presidente do partido, o deputado Luciano Bivar (PE), está “queimado para caramba”.

“O rapaz falou que era candidato a vereador. Se começar a vincular nome a partido, à minha imagem, pode ter problema de campanha antecipada. Ninguém tem que se antecipar como candidato, cria ciúmes. Quando falei que ele [Bivar] estava queimado, é que ele não está bem no Estado dele”, afirmou o presidente na entrevista.

Sobre a possibilidade de sair da legenda, o presidente disse ao Antagonista que não quer “entrar nessa briga”. Mas, segundo apurou a Veja, o presidente que já teria se afastado do partido por estar insatisfeito.

“Comigo fora da legenda, a tendência do PSL é murchar. Se eu sair, é natural que muita gente saia também. Não integro a Executiva, só estou filiado ao partido, mais nada. Essas são as reclamações. Eu não quero esvaziar o partido. Quero que funcione. O PSL caiu do céu para muita gente, inclusive para o Bivar”, destacou Bolsonaro.

O presidente ainda teria se mostrado disposto a resolver o impasse com Luciano Bivar, mas reiterou suas críticas. Segundo ele, elas reverberam uma insatisfação de outros integrantes da legenda. “O que faço é uma reclamação do bem. O partido tem que funcionar, tem que ter a verba distribuída, buscar solucionar os problemas nos diretórios. Todo partido tem problema. O presidente, o tesoureiro, eles têm que solucionar isso.”

Questionado sobre a eleições municipais em 2020, Bolsonaro mostrou-se preocupado. Disse que a campanha começará “sem o partido dizer a que veio”.

“A gente está bem politicamente. A gente pode fazer muitos prefeitos. Mas alguns da liderança não estão enxergando isso. Ficam olhando para o próprio umbigo. O partido pega 1 pouco mais de R$ 8 milhões por mês. Posso estar equivocado, nem todos os diretórios recebem isso todo mês. Como fica para 2020 as eleições municipais? Alguns espertalhões queimam a largada. A tendência é não dar certo”, alertou.

Sobre a estrutura partidária, Bolsonaro disse considerar que o PSL é “1 partido rico” com grande acesso ao fundo partidário. “A bancada é coisa pra burro. Tem que deixar a vaidade de lado, a arrogância, a petulância de alguns… É só anular isso daí. Não existe prazer maior que ver o meu partido votando coisa séria, todo mundo se comunicando, conversando. A gente quer o bem do país”.

O presidente concluiu alertando que, a partir da janela partidária, o partido pode crescer ainda mais. Mas é preciso resgatar as pautas de campanha, o patriotismo, a defesa da família, do porte de armas.

 

 

Poder360


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.