O Rio Branco

Hoje é 18 de Abril de 2019

Política

Mara Rocha participa da criação da Frente Parlamentar em Defesa da Cadeia Produtiva da Reciclagem

06 de Fevereiro de 2019 às 15:16:00

A deputada federal Mara Racho (PSDB), esteve reunida na manhã desta quarta-feira, 06, com o Deputado Carlos Gomes (PRB/RS) para articular a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Cadeia Produtiva da Reciclagem no Brasil.

A reunião, que contou com a participação de Victor Bicca Neto, Diretor de Relações Estratégicas da Coca-Cola no Brasil,  foram traçados alguns objetivos para a Frente, que buscará encaminhar legislações que fomentem o setor de reciclagem no país, com mudanças na tributação e uma ação coordenada de forma a inserir todo o Brasil nesse modelo de negócios.

O representante da Coca-Cola destacou que a empresa pretende montar uma estrutura de captação de material reciclado em Manaus, de forma a envolver os Estados da Região Norte no processo de reciclagem. “Para nós é muito importante envolver a Região Norte e Nordeste no modelo de reciclagem, já que a participação dessas regiões, atualmente, é incipiente”.

Mara Rocha destacou os valores envolvidos nessa cadeia produtiva: “Os últimos dados divulgados pelo IPEA é de 2010, naquele ano foi registrado que o Brasil só recicla 3% do seu material, mas movimentou R$ 12 bilhões. Com a Frente Parlamentar, poderemos promover ações coordenadas e trazer para o Acre esse modelo de negócios, o que permitirá não só a geração de emprego e renda como também promoverá a preservação dos nossos igarapés e matas”.

“Este é um modelo de negócios muito importante no mundo, e precisamos valorizá-lo no Brasil. Hoje, além de não produzirmos riquezas, ainda gastamos, segundo o Ministério da Saúde, R$ 1,3 bilhão no tratamento de doenças causadas por má gestão do lixo. Pretendo levar o modelo de reciclagem que estamos implantando no Rio Grande do Sul para o Acre, transferindo tecnologia e experiência, através da deputada Mara”, afirmou o parlamentar gaúcho.

A Frente Parlamentar começará a promover  ações já nas próximas semanas.

 

 

ASSESSORIA




Compartilhar